All About 14

by - 20:53

Eu não sou uma grande fã da Meg Cabot. Definitivamente. Na verdade, alguns dos livros dela tem meu recorde de críticas negativas (que eu não vou fazer aqui porque eu sou contra críticas negativas serem divulgadas na internet). Ainda assim, eu tenho que admitir que um pedaço de um texto dela que tem no fim de uma das minhas Capricho's (tenho revistas demais pra procurar agora). No trecho ela fala sobre os 14 anos. E o grande buraco de nada que eles são. A melhor frase é: "Taylor Swift não escreveu músicas sobre ter 14 anos". O texto então começa a falar sobre 15 anos e etc, idade que eu ainda não tenho e então não posso escrever sobre.
A verdade é que apesar de já ter 14 anos e 3 meses, eu ainda não gosto da ideia de ter o dobro de 7 como idade. Ok, talvez eu esteja jogando a culpa de tudo no 14 e que está fazendo do meu ano uma droga não tenha nada a ver com a minha idade, mas eu gosto de achar que o fato de que no momento em que minha idade mais incrível da minha vida se foi, eu fiquei mais dramática, mais irritante e as coisas começaram a sair do lugar, não é uma simples coincidência. Claro que não tem tudo sido uma droga, coisas maravilhosas aconteceram também, mas parece que tudo aumentou de proporção. Coisas que costumavam ser simples e sob controle, estão completamente fora dele. Não é algo explicável ou compreensível. É algo que você vive.
Mas, de um jeito ou de outro, se eu quero que alguma coisa dê certo eu tenho que fazer algo para isso, certo? (Eu tava pensando nisso ontem. Porque reclamar de algo e não fazer nada para melhorar? Sei lá, as pessoas reclamam demais e querem que tudo se resolva sozinho. Se você quer que algo fique bom, melhore isso, se você não quiser se esforçar pra que algo fique melhor, NÃO RECLAME! Just saying..) E é por isso que eu tenho me esforçado muito pra que as coisas melhorem. 
E, no dia de ontem eu estava pensando, e criei uma lista de...

COISAS QUE EU POSSO LEGALMENTE FAZER
AOS 14 ANOS.

1. Trabalhar - Com 14 anos eu sou legalmente apta a trabalhar como aprendiz e ter carteira de trabalho assinado, desde que não saia da escola e tenha uma carga horária. Eu só não faço isso ainda porque eu não consegui achar trabalho (e também não procurei) porque obviamente eu preciso de dinheiro (como 70% dos adolescentes do mundo) e porque um trabalho provavelmente faria de mim uma pessoa mais responsável. E só Deus sabe o quanto eu preciso ser mais responsável.
2. Ter um cartão de crédito - Eu venho sonhando com isso desde que minha mãe disse que era possível. Se eu tivesse carteira assinada. Um sonho que vai ter que esperar.
3. Ler artigos de revistas e ver/ouvir programas não recomendados para menores de 14 anos. - Ok. Isso não é uma lei. E eu faço isso desde os 10.
4. Sexo - Isso faz tanta diferença pra mim quanto a existência de melancias quadradas. Mas é um fato então tá na lista. Vocês sabiam que é proibido antes dos 14 anos quer seja consensual quer não? No caso de pessoas maiores de idade, qualquer relacionamento amoroso é considerado pedofilia. No Brasil já é crime e nos EUA pode até dar prisão perpétua (#coisasqueaprendemoscomCSI). Lembrei disso essa semana ao ouvir meu colega de sala dizendo que a irmã dele de 12 anos namora um cara de 19.. não que eu acredite na história at all, mas ele disse...

E é isso.. Veremos o que acontecerá daqui pra frente. =)
Giulia

P.S.: Estou pensando e ajustando a nova versão do blog então se eu colocar qualquer coisa, anunciar e depois cancelar (o que eu já fiz uma vez) não se assustem. ;)

You May Also Like

0 comentários