A máquina quebrada

Quebrei a máquina de escrever seria o inferno - se o diabo procrastinasse. Seria o paraíso - se Deus fizesse pausas para comer a cada 15 minutos. Seria merecedor de um Prêmio Nobel - se o juri escolhesse os vencedores no uni-duni-tê. Esta cópia fiel do interior da caixa de Pandora - isso mesmo que vocês leram, acabo de dizer que este blog é idêntico à caixa que guardava todas as desgraças do mundo - foi criada em 7 de fevereiro de 2011 como método de fugir de uma crise de depressão pós-cyberbullying e como um lugar para falar sozinha sem parecer ridícula (ou um pouco menos ridícula).
O nome de nascimento era PuccaSecrets, batizado ele nunca foi não. Não muito tempo depois o blog sofreu um golpe de Estado que o deixou sem título por cerca de dois meses, até que um nome novo foi eleito: "my melodie". Mas o mandato desse título não durou tanto tempo assim: quando a url foi trocada, a população já desconfiava, se não sabia, que outro duro golpe na nomeação aconteceria e não iria demorar muito. Foi dito e feito: "As crônicas de g" veio três meses depois reinando soberano no coração dos súditos... Quer dizer, leitores. Até que a criadora resolveu que ele não era suficiente e mandou um dilúvio para acabar com o universo do blog e criar um novo paraíso onde apenas a procrastinação reinaria absoluta: Quebrei a máquina de escrever.
A ideia do nome "Quebrei a máquina de escrever" surgiu porque a autora vive dizendo que eu NÃO é uma máquina de escrever. É simplesmente uma escritora que ainda por cima não é ambidestra (o que é uma das maiores frustrações de sua vida) e cujo pulso se machuca com muita facilidade. O título apareceu então como a resposta perfeita para todas as vezes que alguém apressar a escrita berrando prazos. Também serve de justificativa para os fins de semana de procrastinação que ela chama de "retiro espirituais": "Ah, eu quebrei a máquina de escrever. E ela não estava na garantia".

Giulia Santana é  escritora, blogueira, destruidora de sonhos, estudante de jornalismo, péssima piadista, fangirl de indie pop e artistas desconhecidos, leitora desesperada, maratonista (de séries) recordista internacional, e ainda assim uma gigantesca sem o que fazer. 
Colaboradora do MisterWives Brasil, 1/7 da Tertúlia e 1/6 da Azul Turquesa
19 anos na identidade, 8 de idade mental e 635 anos de cansaço.
Cúspide de Aquário e Peixes com sol em Peixes, lua em Escorpião e ascendente em Virgem.Peregrina estacionada em Vitória da Conquista na Bahia até segunda ordem.

Share
Tweet
Pin
Share