Diário Artístico: CampNaNoWriMo - Semana 1

by - 02:11

Parece que tá rolando algum tipo de associação maligna para os posts novos só saírem de madrugada, porque esse é o terceiro em sequencia, mas gente.
Hoje eu to cheia de sono, então peço que me perdoem pela introdução e o post serem curtos e sem muitas explicações. Como vocês já sabem, eu passei o dia inteiro terminando de revisar os capítulos já postados de As Crônicas de Kat, que agora já podem ser lidos e relidos por vocês (Por favor, informem qualquer erro de grafia, formatação ou continuação encontrado, para que ele possa ser corrigido imediadamente). Os próximos dois capítulos serão postados na semana que vem (no caso essa semana porque hoje já é domingo), sem data certa ainda, mas não temam, antes dele teremos a primeira Resenha Sem Crítica do Mês Literário, já que eu já terminei de ler meu primeiro livro de julho há uns dias, mas não pude escrever sobre ele ainda.
Sem mais delongas, porque eu quero dormir, aqui vai o resumo da minha semana no Camp NaNoWriMo.

Dia 1: 764 palavras
Palavras totais: 9277
O primeiro dia foi cheio de procrastinação. Eu realmente queria escrever bastante, mas tanta coisa aconteceu e mesmo quando eu parei para escrever apareceu tanta coisa boa para me deixar procrastinando que eu quase cedi. Mais consegui revisar. Na verdade, dessas 764 palavras quase todas são frases e parágrafos novos que eu acrescentei em partes que eu já tinha escrito em "Bem-vindas ao século XX".
Esse capítulo já tinha 8513 palavras que já vinham sido escritas desde o início do ano, por isso eu reajustei minha meta no site do Camp para 58513 palavras, dessa forma quando eu validar tudo que escrevi eu realmente vou ter escrito 50 mil palavras esse mês. A contagem de palavras no site vai ser só para manter o controle mesmo, porque eu estou anotando minhas contagens confusas em um arquivo do bloco de notas e vou divulgar quando o mês acabar.
Mas o dia não foi totalmente um atraso de vida. Hoje eu socializei. Sim, socializei<. A mensagem do primeiro dia de Camp (que a gente geralmente sempre recebe) falou sobre os sprints (períodos de tempo que a gente tira só para escrever o máximo que conseguimos e depois compararmos as notas com os melhores) e o quanto eles são importantes para pessoas com prazos a cumprir e muitas palavras para escrever. Sem falar que eles nos ajudam a conhecer escritores que estão passando pela mesma coisa que a gente e instala um clima de competição saudável entre colegas de profissão. A organização tem Sprints oficiais (com um Twitter só pra isso), mas também sugere que nós inventemos os nossos próximos.
E foi assim - usando a tag #NaNoSprints para encontrar pessoas para fazerem sprints comigo - que eu conheci três escritoras jovens americanas. Uma muito fofa com quem eu conversei por algumas horas, uma que corrigiu meu inglês suavemente (Eu pedi desculpas por qualquer erro eventual logo de início. Eu digo que sou fluente, mas não sou uma linguista) e outra que eu pretendo conhecer melhor amanhã. Uma das coisas que eu mais gosto de época de NaNo é isso: a gente sempre conhece escritores novos, mesmo que eu seja antisocial o suficiente para não gostar da maioria deles. Dois leitores do blog (a Tatii Alves e o Felipe Gustavo) e acho que posso chamar de colegas queridos, eu conheci no NaNoWriMo e gosto muito deles.
Quem sabe nesse Camp eu não faço amigos novos?

Dia 2: 2,939 palavras
Palavras totais: 12216
Ontem eu escrevi bastante, mesmo que não o suficiente. Queria ter acordado mais cedo para poder escrever logo cedo, mas eu estava tão cansada que não deu certo.
Fui acordada com a primeira tentação do dia: Me chamaram para ir ao shopping, o que é algo que eu nunca recuso quando estou em Conquista já que é tão longe e contra mão que o passeio só acontece uma vez por mês. Mas ainda assim, neguei. Eu estava preocupada demais com as minhas 764 palavras do dia 1. Eu tento sempre manter minha média em duas mil palavras por dia o que significa que eu teria que recuperar mais ou menos 1300 palavras nos próximos dias.
Com pouquíssima procrastinação (eu cheguei perto de procrastinar bastante, mas depois de vencer a tentação do Shopping - principalmente considerando que eu preciso de um livro novo - tudo pareceu fácil de resistir) escrevi direto até umas 15h40 quando a fome me venceu. Já tinha escrito 1600 palavras e queria continuar escrevendo, mas já estava tremendo e ainda precisava fazer minha comida (já que estava só com meu avô em casa).
Depois do almoço, fui lavar a louça e tomar banho o que levou quase uma hora e meia. Isso meio que me fez perder o ritmo, pelo menos até as 17h50 quando o NaNoWordSprints avisou do Sprint das 18h (Como o evento é mundial os sprints são anunciados assim: Quando vai começar na próxima hora em ponto, avisam que vai começar "at the :00", quando vai começar a próxima hora e meia "at the :30" como os fuso horários são controlados a partir do Meridiano de Greenwitch todo mundo começa junto. [Ou não porque o relógio deles tá 2 minutos atrasado em relação ao do meu computador]) e ao dizer que iria participar fui chamada de inspiração por uma das newsposter de um dos perfis de blog que eu sigo no Twitter.
Foi graças a ela que eu consegui reunir coragem de chegar até onde eu queria e terminar o dia com 2939 palavras.
Podia ter chegado a três mil, mas eu precisava adiantar a revisão dos capítulos já postados de ACDK, por isso terminei a parte do capítulo novo e fiquei enrolando com a atualização de "Ellie", até que todo mundo foi dormir.

Dia 3: 2,290 palavras
Palavras totais: 14506
Hoje foi o dia da procrastinação (por isso terminei tão tarde - às 23h50). Comecei a escrever depois das 20h, o que é esquisito porque se eu consegui 2 mil palavras hoje escrevendo por menos de 4 horas eu deveria ter conseguido a mesma coisa no dia 1, mas deixa quieto só Deus sabe os mistérios da escrita.
Acordei tarde mesmo tendo colocado meu celular para despertar outra vez, e fui quase direto para a psicóloga. Depois fui em uma livraria e um sebo no centro e como não achei nenhum livro que eu queria, fui procurar uma agência do Itaú para depositar o dinheiro da minha compra no Estante Virtual. Até encontrei o banco, mas já estava quase na hora de fechar, e como hoje é segundo dia útil do mês (ontem foi feriado aqui) o banco devia estar lotado então desisti.
Quando cheguei em casa liguei o notebook quase na mesma hora, mas caí na tentação de fazer diversas coisas altamente procrastinatórias: comer, jogar Perguntados, fuçar o celular dos outros, arrumar meus perfis no Twitter e no Facebook, organizar meus livros no Skoob e ler posts nos blogs alheios. Só consegui escrever mesmo as 20h e aí consegui pegar direto até agora.
Não pretendo dormir ainda, por isso vou adiantar a revisão de uns capítulos, ver alguns episódios de Happy Endings e se der começar meu Camp do dia 4 de madrugada mesmo.

Dia 4: 1,577 palavras
Palavras totais: 16083
Hoje meu rendimento foi altamente prejudicado por três coisas: O jogo do Brasil que pela primeira vez eu realmente assisti e não só gritei na hora do gol (e valeu muito a pena), o Follow Spree da Camila Cabello no Twitter e o sono. Notem que os três são coisas que eu geralmente evito, mas isso é procrastinação, meus queridos, tudo é motivo para enrolar.
Podia ter sido um dia pior, mas podia ter sido bem melhor também. Ainda não terminei as revisões dos quatro primeiros capítulos e nem de escrever o quinto, o que significa que eu vou ter que correr muito se quiser cumprir os prazos, o que eu pretendo fazer.
Mas o que me preocupa mais é que eu não pude pegar em MUV essa semana. Eu tava meio que contando que teria o fim de semana livre para o livro e para ver série, mas pelo visto, não vai ser bem assim. E o pior é que estou com sono demais pra virar a noite adiantando alguma coisa e mesmo que tentasse acabaria tendo que refazer tudo quando estivesse descansada.
O melhor é eu ir dormir e quando estiver com a mente relaxada, dar o máximo de mim, até conseguir tudo.

Dia 5: 0 palavras
Palavras totais: 16083
Não escrevi nada novo, pois passei o dia revisando os capítulos de ACDK e postando.

Até breve,
G.

You May Also Like

6 comentários

  1. Oi Giu! Passando aqui para dizer que eu estou adorando muito com seus tweets do Camp (que está me dando saudades do NaNoWriMo e tristeza porque não vou participar esse ano) e seus tweets me deram A força para voltar a trabalhar na minha história (dei uma citadinha em você lá no blog).
    Ah e eu já comecei a ler As Crônicas de Kat e estou amando :)

    beijos, tatii
    http://deliriosdeumabookaholic.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi tatii. Preciso dizer que seu blog foi uma das maiores tentações para que eu procrastinasse essa semana. Toda hora que eu via post novo me dava vontade de passar o resto do dia no seu blog.. O que aliás eu acho que vou fazer agora.
      Obrigada por tudo<33

      Excluir
  2. Giulinha, torcendo aqui para que você consiga realizar todos os seus objetivos para o mês de julho. Sua narrativa (em tom de diário) foi bem gostosa de ler =D Engraçado como o tempo voa quando temos um objetivo a cumprir, né? Tenho tanta coisa para fazer nesse mês que já pensei que o mês estivesse no fim e me assustei quando olhei no reloginho aqui do note e vi que só estamos no dia 07! rs

    Vou me programar para começar a ler os capítulos de ACDK S2

    Beijão meu amor,

    Tia Núbia.

    P.S.: Odeio comparações, mas, com as devidas atualizações, não pude deixar de pensar em Machado de Assis quando li esse trechinho do seu post: "(...) mas deixa quieto só Deus sabe os mistérios da escrita" rs :*

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi tia, tava com saudade já. Que bom que você tem gostado de tudo mesmo. Acho que estava precisando do seu comentário para me sentir motivada a enfrentar essa semana.
      Tire mesmo, tomara que você goste de ACDK, porque é algo bem adolescente mesmo.
      Beijinho.

      Resposta ao P.S.: WOW, me senti muito lisonjeada agora.

      Excluir
  3. Ah, Giulia, quanto mais eu vejo seu progresso, mais eu sinto que sou uma péssima escritora. Mesmo que eu tivesse feito uma meta de escrever "x" palavras num mês, não conseguiria. Haha parece que quando eu fico decidida, a inspiração corre .-. Já faz uns seis dias que eu passo o dia todo em frente ao computador, trancada no quarto, sozinha, sem barulho, tentando escrever alguma coisa produtiva, mas não sai nada =( mas eu vou conseguir! Espero haha

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Lii, não diga isso! Se for usar meu "progresso" pra qualquer coisa, use para se inspirar. E eu acredito que você vai conseguir, sim! Talento é 10% inspiração e 90% transpiração (não lembro quem disse isso). Uma hora a inspiração vem e é aí que você tem que trabalhar com tudo.
      Beijo, anjinho

      Excluir