Os 4 anos de blog, por seus leitores

23:13

4 anos atrás eu finalmente resolvi publicar o primeiro post de um blog com título em homenagem a Pucca, no qual eu vinha trabalhando há alguns dias. Eu levei isso, este blog tão bobo, que já mudou de nome tantas vezes, tão a sério que foi ele que me fez desejar ser uma escritora publicada (eu já vinha escrevendo ficção havia algum tempo nessa época - eu comecei a trabalhar no meu livro meses antes de começar o blog) e decidir que queria cursar jornalismo, o que finalmente poderei fazer daqui a alguns dias. Esse blog cresceu comigo. Foi um retrato fiel de mim nos meus melhores e piores momentos. E é por isso que o dia de hoje, 7 de fevereiro, é tão importante para mim, ele marca o dia em que eu tomei uma decisão que dirigiu toda a minha vida nos anos seguintes.
Eu sei que, para 4 anos inteiros, este blog não é nem de longe tão popular quanto se esperaria, mas eu não me importo. Graças a ele, eu fiz amigos que eu nunca faria de outra forma (alguns deles estão aqui desde 2011 - por exemplo Amalia, Marcelha) , eu encontrei uma forma de me abrir, de me conectar com o mundo. Não é o blog mais acessado do universo, mas o fato de saber que algumas pessoas tiraram alguns momentos de suas vidas para ler o que eu escrevi aqui já aquece meu coração de uma forma tão incrível.
Mas mais do que as mudanças e a importância do blog na minha vida - sobre o quê eu já falo todo ano - eu queria, neste aniversário, mostrar o blog do ponto de vista de vocês, meus leitores. A forma mais simples que encontrei de fazer isso foi essa a compilação dos posts mais populares. Os mais visualizados e comentados. E como um extra, eu encontrei e tirei algumas fotos para completar meus posts preferidos. Espero que curtam.

10º: Legado
Para mim é muito importante que esse post esteja na lista dos mais acessados, porque esse post é muitíssimo importante para mim. Nele eu me abri e pela primeira vez falei livremente sobre a morte da minha mãe e as circunstâncias da minha mudança de volta para a Bahia. Ter esse pedacinho da minha alma nos posts mais populares é incrível.

"Quando me disseram que mais de mil pessoas mandaram textos falando sobre as marcas que ela deixou na vida deles, eu finalmente pude sorrir. "


9º: Diário de Bordo 4 - Me descobrindo - Parte 2: 1ª entrevista para a TV, o jantar de despedida e outras milhas a percorrer...
Eu fiquei surpresa em ver um post do Diário de Bordo, e mais importante, do Diário de Bordo 4 na lista de mais acessados (e, como vocês poderão ver não foi só um, mas dois). Eu sei que o Diário de Bordo é o especial/coluna mais popular, mas eu não achava que nenhum post especifico teria visualizações suficientes para aparecer nessa lista. Esse post fala sobre minha primeira entrevista para a TV então é legal que ele esteja nessa lista.

"Eu disse que escrevia desde os 9 anos (quando eu comecei a fazer poesia - sim, eu comecei com poesia e só escrevi fanfic depois de 6 anos), e ele pediu para contar isso na entrevista."

8º: As Crônicas de Kat - Capítulo I
Me fez feliz em tantos níveis diferentes saber que o primeiro capítulo de As Crônicas de Kat é um dos posts mais acessados do blog. Pensem assim: são 4 anos e 303 posts e ainda assim o capítulo um de ACDK (que a parte onde a felicidade não bate do meu cérebro sempre diz que ninguém lê) entrou na lista de 10 posts mais acessados.

7º: Não é que eu não goste de pessoas, mas.. Ah não, é, é isso mesmo.
Esse post foi polêmico na época que saiu. Era para ser um post super sociológico do tipo que eu mostraria para o meu professor na faculdade, mas deu muito errado e acabou sendo sobre minhas opiniões políticas. Depois disso eu resolvi que nunca mais falaria sobre política no blog. Por isso eu não entendo porque ele está na lista dos mais populares. Podem ler ele e criar suas teorias sobre isso.

6º: I WANT YOU TO JOIN IN THE ARMY!
Lembra que eu disse que os posts mais populares são um reflexo do próprio blog? Então, esse post é um exemplo maravilhoso disso, ele é um clássico: um dos muitos projetos que nunca deram certo. Foram vários os projetos e ideias que eu comecei, mas não continuei. Esse post era parte do Make Some Noise, um projeto que pretendia divulgar o talento de pessoas que tinham medo de "aparecer". Era uma ideia legal, que eu queria continuar, mas nunca tive a chance. O post está nos mais populares provavelmente porque eu divulguei muito naquela época. Graças a esse post eu conheci alguns leitores que estão aqui até hoje também, por exemplo, a Lívya.

5º: ♡♡♡♡♡♡ 3 anos ♡♡♡♡♡♡
Quando eu tive a ideia de colocar os posts mais populares no post de aniversário e vi que o post do último aniversário estava na lista, eu ri. Eu me dediquei tanto a esse post de 3 anos que eu nem me lembro direito o que fiz nos anos anteriores. Apesar de sempre pensar em fazer sorteios ou algo do tipo para o aniversário do blog, eu sempre acabo fazendo a mesma coisa sempre: falando dos melhores momentos e destacando as coisas que eu mais gosto. Eu acho que a coisa do sorteio só vai dar certo quando meu livro for o prêmio.

4º: Diário de Bordo 4 - Me descobrindo - Parte 3: Soteropolitana honorária
O segundo post do Diário de Bordo 4 na lista. Provavelmente porque minha irmã de Salvador divulgou o link e ele acabou se tornando uma corrente? Eu não sei.


Eu amo tanto esse post que se dependesse de mim ele seria o primeiro da lista de mais acessados. É um post leve, cheio de gifs e sobre um assunto que eu quase nunca falo, mas adoro escrever sobre: amor. E se isso não fosse suficiente, ele ainda tem participação especial de uma das pessoas que eu mais amo no universo: minha amiga Annie. Não há nada para não gostar nesse post, e fico feliz em saber que as estatísticas dele concordam com isso.

"Ou seja, só vale apena abrir mão da segurança da solteirice e colocar meu coração em perigo por alguém que sinta exatamente a mesma coisa que eu. "

2º: you shouldn't be here tonight..
De todos os meus contos, eu não imaginei que you shouldn't be here tonight fosse ser o conto mais acessado - e ainda por cima o segundo post mais lido! Eu escrevi esse conto na fase inicial do meu amor por literatura gótica e queria escrever um conto gótico que se passasse na única catedral gótica que eu conhecia (A Catedral de São Pedro de Alcântara em Petrópolis - não é tão óbvio, mas a história se passa lá). Ele ficou bom, mas eu sempre achei que as pessoas me achassem totalmente maluca por escrever esse tipo de coisa então nunca esperaria que de todos os meus contos justo o gótico, que introduziu Kat ao blog e a minha vida, seria o mais acessado.

"Então Olívia assente. Fecha os olhos. Espera. Não consegue ver o sorriso de Kat. Se concentra no som da chuva. Sente duas agulhas perfurando sua pele. Implora pra que termine logo."

E o vencedor absoluto e disparado (a diferença entre as views desse post e as de you shouldn't be tonight é de 380 visualizações - 380!!!) não é surpresa nenhuma, afinal, a própria Carolina Munhóz compartilhou o post em setembro de 2013, trazendo mais leitores do que eu jamais poderia esperar. Foi muito legal porque foi um post meu que chamou atenção de uma das escritoras mais populares do cenário brasileiro atual. Alguns dos leitores que conheceram o QaMdE (que naquela época se chamava as crônicas de g - tudo minúsculo mesmo) nessa ocasião também ainda leem o blog até hoje.

E é isso. São dez posts importantes por motivos diferentes. Como vocês viram, muitos me surpreenderam por causa da minha natural insegurança, mas todos me deixaram feliz por estar nas colocações que estão.
Foram 4 anos maravilhosos, que só foram como foram porque meus leitores estão aqui. Obrigada por aguentar minhas manias, minha procrastinação, os cinco nomes diferentes e as seis urls diferentes. Obrigada por cada comentário, por cada visualização. Não tem nada mais importante para mim do que o fato de meus leitores serem meus amigos e meus amigos serem meus leitores. Espero que as coisas continuem assim mesmo depois que eu for uma autora publicada. Finalizando, deixo a nota que a Annie mandou para vocês mais cedo:

Podem responder, eu deixo.
G.

You Might Also Like

0 comentários