Porque este será o Mês Literário mais louco de todos os tempos

by - 21:48

OLÁ, INTERNEEET! FELIZ MÊS LITERÁRIO!!! Se você leu o último post, provavelmente sabe que mês de julho vai ser absolutamente cheio para mim, mas é claro que nem um milhão de seminários (professores: isso NÃO é uma sugestão) me fariam abandonar o mês literário. Um dos especiais mais populares do blog, o Mês Literário chega a seus terceiro ano com a promessa de que esse será o: MÊS LITERÁRIO MAIS LOUCO DE TODOS OS TEMPOS. E porque? Bem, para começar porque ele vai ser um mês muito cheio pra mim. Depois porque eu tive um monte de ideias malucas para ele durante o ano e resolvi juntar tudo de uma vez só e despejar em cima de vocês. Estejam prontos para diários artísticos malucos, surtos sobre livros que eu amo, projetos extremamente aleatórios, participações especiais muito interessantes e tudo que eu puder fazer para enfiar tanta literatura quanto eu conseguir enfiar este mês no blog.
Como o Mês Literário surgiu principalmente por causa do Camp NaNoWriMo sempre fica aquela dúvida básica de se eu vou participar ou não: Bem... Eu quase participei. Mas eu precisei desistir. Eu ainda estou me sentindo culpada inclusive porque no começo do mês passado eu fiz uma grande pressão para que todas as meninas do SA (grupinho de escritoras do Telegram - eu falo mais sobre ele abaixo) participassem do Camp porque eu estava sentindo uma falta absurda do NaNoWriMo, mas aí na semana passada eu me dei conta de que não faria muito sentido entrar no Camp agora. Eu planejo trabalhar bastante nos meus dois projetos (As Crônica de Kat e meu primeiro livro, Mais Uma Vez) em julho - até para não ficar louca -, mas estando atolada de coisas da faculdade, com o mês literário e os problemas do dia-a-dia eu me dei conta de que enfiar uma meta fixa que não sairia da minha cabeça em tempo nenhum seria loucura. Então eu controlei o impulso suicida, lembrei que preciso focar no NaNoWriMo no final do ano e que estou indo relativamente bem com as metas de escrita criadas ao longo do ano, pedi desculpas para as meninas e deixei pra lá. Eu também precisei abandonar a meta de terminar MUV até dia 13 de julho (E considerando onde ele está no momento, eu conseguiria, se não tivesse seminário na terça, trabalho escrito pra quinta e um livro pra ler para apresentar dia 16, além do trabalho final de fotojornalismo cuja entrega é dia 21, mas que precisa ser feito conforme o mês for passando), apesar de ter criado outra no mesmo momento. MAS VAMOS PARAR DE ENROLAÇÃO E PARTIR PARA OS PROJETOS DO MÊS QUE EU SEI QUE É ISSO QUE VOCÊS QUEREM:

Esse gif é tão fofinho e combina tanto com o livro que eu estou lendo  - e o melhor de 2016 até agora - que eu to achando até que poderia ser dele.

A Tertúlia (Que não é exatamente do Mês Literário, mas eu to pegando para ser)
Se você leu meu bastante efusivo post do fim do NaNoWriMo ano passado e algumas postagens do começo do ano, sabe que o último novembro me fez conhecer algumas pessoinhas e criar um grupo - o SA Sofredoras Anônimas - para falar sobre escrita e outras coisas. Quase 6 meses se passaram com algumas conversas e sugestões para projetos em conjunto que nunca passavam de conversas, porque pra falar a verdade, a gente não tava tendo tempo nem para escrever em grupo mais, quanto mais para trabalhar no mesmo projeto. Foi só quando a ideia da - carinhosamente apelidada pela Gih - Tetê surgiu, é que todo mundo começou a se animar e a trabalhar em conjunto para dar certo. A ideia é fazer uma newsletter semanal com temas cíclicos e diversos e estabelecer uma conversa com os leitores. Nós já temos Twitter e Facebook e a primeira news, de apresentação, foi enviada ontem. A próxima já é a primeira do primeiro ciclo e graças à minha escolha de assunto, a minha será a primeira (Sim, é assustador). Então eu realmente recomendo que vocês coloquem seus e-mails na caixinha deste link e confirmem nos e-mails que vão receber. Eu posso atestar o talento de todas as meninas da equipe com a mais absoluta confiança. E a dedicação também - o grupo tem parecido mais uma central de trabalho que um grupo de amigas ultimamente (não que a gente tenha parado de surtar ou de sofrer com projetos e ídolos, jamais).
Pequena nota: Já que o assunto é newsletter, eu também recomendo bastante que vocês se inscrevam na newsletter da Isa, a Achados e Perdidos. São cartinhas maravilhosas e a Isa é uma das integrantes da Tertúlia. Outros trabalhos das meninas da equipe já foram falados aqui, mas sempre bom lembrar que tem o com a sua licença poética, da tatii; o Luftmensch, da Lena e o Depois do etc da Dani.

Colaborações
No último Mês Literário, no dia 20 de julho (dia do amigo), o post foi uma participação especial da minha amiga Annie. O post foi um sucesso e eu já planejava trazer mais textos de mais amigas para cá. Enquanto eu planejava este Mês Literário, eu sugeri para algumas delas (inclusive as meninas das Tertúlia) e as respostas foram positivas! Então tem texto bom de participação especial vindo por aí, sejam ensaios, contos, poemas, todo tipo. E se preparem porque eu estou sofrendo pelo que já li e quero muito compartilhar o sofrimento com os outros.

Resenhas, contos, poemas e etc
Sendo bem sincera, eu já tinha desanimado completamente para escrever resenhas porque eu tenho lido muito pouco. Acontece que o livro que eu estou lendo é tão maravilhoso que eu pensei "Hm, ok eu preciso escrever sobre ele" e eu é o que eu pretendo. Além do Destrua Este Diário, que eu prometi terminar na lista de 101 coisas em 1001 dias (MEU DEUS EU ACABEI DE PERCEBER QUE SE PASSOU UM MÊS E EU NÃO COMECEI NADA DIREITO) e que mesmo não sendo exatamente um livro literário (que termo) continua sendo um livro de atividades (que as pessoas ainda não entenderam como funciona e continuam deixando comentários enfurecidos na página da editora no Facebook - então ele merece ser defendido em uma resenha).
As produções literárias da autora que vos fala são algo que eu não posso prometer. Eu escrevi um poema e quero escrever mais coisas conforme o mês for passando, mas não sei como vai funcionar ou se eu escreverei coisas que possa postar aqui. Hiraeth, o poema que eu escrevi (e que era para ter sido especial de Halloween ano passado, mas acabou não saindo na época porque eu tava muito animada para o NaNoWriMo) será postado, mas no último mês eu escrevi dois contos que são tão horrivelmente pessoais que eu não conseguiria mostrar para ninguém sem cavar um buraco para me enterrar antes. Então eu espero escrever algo que seja compartilhável e que seja bom o suficiente para não ficar à sombra de Infelizmente, Rio, eu te amo e nem de Mi Totentanz.
Mas mesmo que eu não consiga escrever contos para vocês: A SEGUNDA FASE DE AS CRÔNICAS DE KAT JÁ COMEÇA NO MÊS QUE VEM!!! (EU NÃO TO SURTANDO COM ISSO, EU NÃO TO SURTANDO COM ISSO), Dia 28 de agosto, às 21h, a vampirinha volta a assombrar este blog agora já com o Exército já formado e com a guerra prestes a ser declarada com pequenas lágrimas de gelo. Se você não leu a primeira fase da história e não faz ideia do que eu estou falando, pode conhecer a história na página da história aqui no blog e ler os oito capítulos que introduzem a história de Kat, além de 3 contos extras. Eu recomendo a leitura dos capítulos aqui no blog mesmo, porque eles estão passando por pequenas correções ortográficas enquanto eu trabalho na segunda edição no PDF, mas se você prefere ler a história inteira offline, também pode baixar a primeira edição do PDF neste link aqui. As Crônicas de Kat sendo uma história que pertence ao blog e o mês sendo literário, eu posso até divulgar alguns extras conforme o mês for passando, então fiquem de olho.

Palavras da Semana: Suaíli
Quem não acompanha a página do QaMdE no Facebook ou nunca visitou todas as páginas do blog, talvez não saiba que existe uma ferramenta na página Extras que se chama Palavras da Semana. Eu escolho palavras (ou com menos regularidade, expressões) diferentes na nossa língua, palavras que soam gostosas, palavras em outras línguas com significados legais, palavras intraduzíveis, todo tipo de palavra que eu goste e mudo com uma frequência que deveria ser semanal, mas na maior parte das vezes não é. Toda vez que eu mudo a Palavra da Semana aqui no blog eu posto ela na página do Facebook em uma imagem bonitinha. Já foram quase 50 palavras e agora elas estão reunidas em um único álbum para quem quiser acessar os significados de todas. Às vezes eu faço séries de palavras em um mesmo conjunto, como palavras criadas por Shakespeare ou palavras em alemão. Nas 5 sexta-feiras do Mês Literário eu estarei atualizando os Extras com Palavras da Semana na língua suaíli.
Suaíli/suaíle (Kiswahili) é o idioma banto com mais falantes, uma das línguas oficiais do Quênia, da Tanzânia e de Uganda, além de uma das línguas de trabalho da União Africana. A língua tem influencia de diversas outras línguas, principalmente o árabe, em função do contato dos povos falantes com viajantes de várias partes do mundo. Também é uma língua com palavras maravilhosas de serem pronunciadas e uma língua muito muito muito difícil. Especialmente porque ela é absurdamente ignorada na internet (ao contrário do alemão da última série de Palavras da Semana, que deve ter 1 milhão de posts com palavras legais da língua), mesmo parecendo tão deliciosa quando a gente estuda sobre ela. Eu não tinha esperança de aprender a língua, mas estudar sobre ela é tão legal que é tipo minha nova forma de procrastinação. Por isso, a primeira Palavra da Semana em suaíli não é uma palavra da língua, mas o nome da língua. Para descobrir o significado é só ir na página Extras.
AGORA PAUSA PRO MOMENTO FANGIRL: Essa é a terceira série de Palavras da Semana, a segunda delas com expressões de uma língua, então vocês podem se perguntar porque essa é diferente. Bem.. Essa foi abençoada por Ruby Carr. Como vocês devem imaginar, eu tive a ideia de fazer palavras da semana em suaíle vendo vídeo de Bahari no YouTube. O próprio nome da banda é suaíli para "oceano", porque a Ruby, uma das cantoras e tecladista, é sul-africana, mas cresceu no Quênia. Então depois de absorver a ideia eu pensei "Porque não pedir à Ruby algumas sugestões de palavras?", então eu fui na cara de pau e enviei um direct para ela no Instagram falando sobre o blog e a ferramenta do palavras da semana e ela - como o anjinho maravilhoso que este mundo terrível não merece que é - respondeu com uma sugestão. Ela sugeriu uma expressão conhecida, mas que eu não fazia a mínima ideia que era suaíle e que acabou fazendo com que eu passasse um tempo excessivo pesquisando sobre a língua. Asante, Ruby.

É isso. Qualquer outra ideia aleatória sobre literatura que eu tiver durante este mês também aparecerá aqui, magicamente. Não tenho certeza da frequência com que vou postar, mas para conseguir postar tudo que eu quero, definitivamente vai ter que ser mais de uma vez por semana. A boa notícia é que já tem muita coisa pronta e só esperando por vocês. BE PREPARED!
G.

You May Also Like

0 comentários