Diário de Bordo 8 — Não olha a bagunça — Parte 11: Rio

19:25

BOA NOITE, CARAMBAAAAA!! Atingimos o final dessa edição do Diário de Bordo. Em outubro. Já seria quase hora de um novo Diário de Bordo, exceto pelo fato de que não teremos Diário de Bordo 9 este ano. Eu vou explicar direito o porquê lá embaixo, o importante é que chegamos ao final dos vlogs e a gente finalmente vai poder seguir em frente com os posts que eu prometi dois mil anos atrás e ainda não postei. Sinceramente, se você ainda lê este blog e ainda se interessa pela ordem cronológica, você é uma das minhas pessoas preferidas no mundo. Diz um oi nos comentários. Manda um e-mail pro blogs@giuliasantana.com para ganhar uma caneta do blog. A gente é família aqui.
Mas enfim, vamos ao vlog. E atenção: NÃO LEIA O RESTO DO POST SEM ASSISTIR O VLOG. A menos que você não planeje assistir ao vlog. Se você planejar, tem spoilers no texto, então assista ao vlog primeiro.




Como vocês viram no vídeo, essa viagem ao Rio foi a em que eu tirei meu visto de turista americano. A ideia era que esse vídeo saísse bem antes da minha viagem a Los Angeles, mas assim como eu não consegui manter as tatuagens em segredo, eu não consegui terminar o Diário de Bordo antes de viajar. PORÉM, eu decidi usar esse vídeo como ponto de partida para um especial novo: Onde os sonhos são feitos também conhecido como a série de posts onde eu vou contar absolutamente tudo sobre a minha viagem a Los Angeles.
Eis a questão: É quase época de Diário de Bordo de novo. A coluna costuma se estender de novembro, quando eu normalmente entrava de férias, até depois do meu aniversário, em fevereiro, às vezes durando mais tempo, como nos últimos dois anos. Só que eu terminei a faculdade e estou desempregada, então "férias" é quase um estado constante da minha existência no momento. Futuramente o Diário de Bordo 9 vai acontecer, mas provavelmente vai acontecer quando eu estiver férias de verdade, depois do meu primeiro ano em um emprego (férias para as quais eu já estou fazendo planos de viagem, afinal eu não quero um emprego porque gosto do sistema capitalista, eu quero um emprego porque infelizmente o capitalismo faz viagens custarem dinheiro). Mas a viagem me permitiu algo legal para falar pelos próximos meses. Essa viagem foi muito planejada e muito falada antes de acontecer e em duas semanas aconteceram mais coisas do que eu pude compartilhar na internet até agora. Além disso, eu devo continuar pagando por essa viagem por no mínimo mais cinco meses então eu tenho o direito de falar sobre ela tanto quanto eu quiser.
Não tenho certeza de quanto tempo esse especial vai durar ou quantos posts serão. Eu sei que o primeiro post será com todas as informações técnicas sobre como tirar o visto (incluindo as coisas que eu não contei no vlog porque depois de tirar o visto eu passei o dia 17 de maio todinho chorando embaixo da chuva), onde buscar as passagens, o hostel em que eu fiquei, quanto dinheiro você precisa levar (spoiler: muito dinheiro) e o que salvou a minha vida na cidade... Todas as perguntas que eu mais recebi enquanto estava lá e depois que voltei. Se você tiver alguma pergunta técnica para fazer sobre Los Angeles, pode comentar aqui, que eu tentarei responder no post. Eu vou deixar a parte emocional mais pra frente porque eu ainda estou me recuperando, sinceramente.
Os posts de fim de ano e alguns outros que eu tinha prometido ainda virão, eu só não sei quando. Eu estou pensando em fazer todo um projeto focado na música de 2019 e estabelecer umas metas coletivas para 2020... Mas isso vocês saberão no futuro. Por enquanto, eu só estou feliz de ter acabado essa coluna maldita e de ter conseguido postar ONZE vlogs, mesmo que no final meu cérebro não funcionasse mais. GOD BLESS.
Até logo,
G.

Se inscreva em 3 meses de KindleUnlimited a R$1,99 e colabore para o futuro do Quebrei a máquina de escrever neste link.

You Might Also Like

0 comentários

Instagram