5 métodos que eu uso para manter meu vocabulário em inglês atualizado

FELIZ DIA MUNDIAL DO LIVRO!!!!!! LEIA OS MEUS!!!!

Eu juro que tô dando o meu melhor para atualizar o blog toda semana, mas tem tanta coisa acontecendo ao mesmo tempo que não tem a mínima condição de acompanhar. Passei as últimas semana enviando Vozes para os apoiadores da campanha do Catarse, organizando o lançamento do livro no meu site e o lançamento do meu novo site com todas as informações necessárias para me contratar e para comprar o conteúdo que eu já fiz, incluindo meus dois livros. Falando nisso, a partir da semana que vem, todos os assinantes do Quebrei a máquina de escrever no PicPay terão entre 20% e 50% de desconto na loja! Os cupons vão ser exclusivos para cada assinante, então assina logo à partir de R$1/mês e garante o seu.

E é aí que vem a 3ª coisa na qual eu tenho trabalhando nas últimas semanas: As Lives Temáticas do Instagram!! E mais importante, a live de hoje às 18h, que vem acompanhada deste post e de uma apostila de inglês para autodidatas que vai ao ar hoje mesmo lá no site (edit: clique aqui para baixar a apostila! Use o cupom LIVETEMATICA1 para a baixar a apostila de graça para as primeiras 50 pessoas). O tema dessa primeira live é "Falando inglês com confiança" e ela serve para quem já sabe falar inglês e não tem coragem de conversar com gringos e quem ainda não sabe inglês, mas quer aprender e tem medo de começar.

Aprender uma língua não é mesma coisa de aprender a tabuada ou como vacinas funcionam — mesmo que muita gente tenha pulado essa última aula. Linguagens são vivas e mudam frequentemente, por isso sua fluência nelas pode mudar quando você perde a prática. Eu tenho o costume de me cercar da língua inglesa o máximo possível e é claro que eu converso com pessoas que só falam inglês todo santo dia. Mas somente praticar todos os dias não te faz aprender mais. Separei 5 métodos que eu uso para manter meu vocabulário atualizado que são bem simples, não dão trabalho e ajudam mais do que você imagina.


1. Coloque a linguagem dos aplicativos em inglês
Você sabia que a maioria dos aplicativos que têm origem fora do país possuem mais funcionalidades quando são usados em inglês? O motivo é que esses aplicativos costumam ser lançados primeiro em inglês, então cada coisa nova sai primeiro em inglês e depois que os usuários gostam é que é lançado em outras línguas.
Não só isso, mas usar aplicativos que você já conhece em inglês te ajuda a descobrir palavras que você não conhecia e a entender como essas palavras são aplicadas na língua. Por exemplo: Sabia que função "Salvar" do Instagram se parece com um marcador de livro porque o termo usado em inglês é "Bookmark" (ou seja, marcador de livros)? Em inglês, Bookmark acaba sendo sinônimo de "guardar para depois", "favoritar" ou "salvar".
Meu celular e os aplicativos principais estão em português porque eu me acostumei a usar assim, mas os aplicativos que permitem mudança da linguagem sem que seja necessário mudar a linguagem do celular, estão todos em inglês. O Twitter, Facebook e Instagram web no computador também estão todos em inglês. Eu também mudo a língua para inglês toda vez que eu baixo um jogo novo no celular, antes mesmo de começar a jogar. E é aqui que vem a segunda parte:

2. Jogos de palavras cruzadas e descoberta de palavras
Pra mim o principal é o CodyCross, um aplicativo de palavras cruzadas com centenas de níveis. Foi ele, inclusive, que me deu a ideia desse post. Dá pra alterar a linguagem para inglês e dá pra fazer as palavras cruzadas em português e inglês, se você quiser. Assim como ele, tem aplicativos como o Words of Wonders, onde você recebe uma série de letras e tenta formar o máximo de palavras possível com elas. O jogo é mais difícil a depender do seu nível de inglês, mas ele te possibilita descobrir novas palavras ao pesquisar e usar os bônus de jogo.


3. Sempre procure material escrito
Isso reflete somente o tipo de pessoa que eu sou porque eu sempre fiz isso e sempre vou fazer. Mas eu sou a doida da pesquisa, independente do tipo de mídia que eu estou consumindo. Eu sempre pesquiso a letra das músicas que eu ouço (o que nativos deveriam fazer com mais frequência, porque sempre ouvem errado) e eu gosto de assistir série com closed caption para saber como escrever o nome dos personagens e das cidades. 
Caso você procure letras de música, tente procurar direto com os artistas. Vários colocam as letras na descrição de vídeos do YouTube, eu digo isso porque alguns sites colocam as letras erradas e isso não te ajuda a aprender nada. Eu também tenho uma conta no IMDb porque minha vida é pesquisar as séries no site e descobrir mais sobre os atores e etc. Ouvir a pronuncia e consumir material falado em inglês é importante para ajudar a falar, mas se você só ouve, sem o apoio material de saber quais são as palavras sendo ditas, a língua que você está aprendendo se torna ruído, ao invés de comunicação.

4. "Hey Siri, spell proficiency"
Eu escrevo em inglês, mas algo que eu faço com frequência é perguntar pra Siri ou pra Alexa como se escreve uma palavra. Minha Siri, inclusive, está em inglês porque aí, quando eu converso com ela, eu sei se sou compreendida ou se preciso trabalhar na pronúncia de alguma palavra para ser melhor compreendida. A pronúncia não precisa ser perfeita, mas se um robô te entende, as chances de um nativo te entender são bem maiores. Eu queria colocar a Alexa em inglês também, mas ela funciona melhor na língua do país onde está, então eu deixo em português. Ainda assim, ela te entende quando você fala em inglês às vezes. Tenta aí!

5. Leitura!
Não estou falando só de livros, mesmo que eu tenha lido meu primeiro livro em inglês muito antes de me considerar fluente. Notícias, tweets, fanfic, artigos do BuzzFeed. Leia! Mesmo que você não sinta que entende inglês o suficiente para fazer leituras completas, arrisque-se e vá traduzindo palavras que você não entendeu aos poucos. Não se preocupe ou se sinta mal caso leve muito tempo, quando seu objetivo é aprender, o importante não é o tempo que leva, mas sim o quanto você leva do texto.


Descubra também formas próprias de melhorar seu vocabulário e descobrir novas palavras. Seja criativo e busque o que te entretém. Aprender inglês não precisa ser difícil

Não perca a live hoje à noite para saber mais sobre formas de aprender inglês e melhorar sua proficiência em inglês sozinho. Baixe a apostila assim que a live terminar, lá na loja do site. Ela será de graça só para as primeiras 50 pessoas com o cupom do Instagram!

Nos vemos lá,

G.

Postar um comentário

2 Comentários