Conto de Inverno Nº 1 - Neve

by - 17:14

 Abriu os olhos e não conseguia entender o que estava vendo. Ajeitou o gorro e em seguida as luvas, fechando o punho, apertando os olhos para poder ver melhor. Ali tinha muita neve, realmente muita neve. Não é um fato surpreendente considerando o fato de ser inverno no hemisfério sul, mas isso não diminui a surpresa de Joseph ao ver tanta neve naquele lugar. Havia quase quatro anos que ele morava no Chile e nunca tinha visto nada assim.
A neve, como diziam os habitantes do vilarejo em que Joseph morava, pode ser muito traiçoeira, muito misteriosa e muito surpreendente, mas não há como negar que as nevascas são um dos fenômenos mais lindos da natureza. Joseph, particularmente, sempre amou esse fenômeno branco, mas naquele momento, enquanto encarava aquele parede branca de milhões de toneladas de água em seu estado sólido, ele sentiu um frio na espinha.
A parte realmente assustada de Joseph ainda não tinha conseguido dominar o homem determinado e racional que ele havia se tornado, quando ele viu uma sombra atravessar os campos enevoados, que ele encarava sem se dar conta do tempo passando. Foi aí que o que o medo tomou conta dele. E só ficou pior quando a sombra tomou forma contra o branco da neve.
Desde que saíra de Londres, ele nunca achou que fosse ter que enfrentar seu maior medo outra vez. Vê-la ali, com um belo casaco rosa, seu cabelo caindo em pequenos cachos loiros, quase brancos, o fez tremer de medo e de vontade de correr até ela.
- Renee, o que você faz aqui? - Ele disse, assustado.
Ela não respondeu, deixando o momento se prolongar, fazendo com que ele pensasse em tudo que perdeu ao sair de Londres, por culpa dela. Ele se lembrava da tristeza que causou nas pessoas que o amavam, uma tristeza que nem ao certo sabe se foi necessária. Se lembrava que deixou sua família, que sempre cuidou tão bem de tudo para que ele não tivesse que se preocupar com nada. Até que ele conheceu Renee.
As coisas mudaram naquela tarde porque Joseph precisou fugir dela e consequentemente de todos. O segredo que ela guardava, era muito impactante para que qualquer pessoa aguentasse. E saber que ele fazia parte daquilo, o enchia de medo. Nada daquilo era justo. Ele nunca quis, nada daquilo. E aquilo acabou fazendo com que Joseph estragasse a sua vida e a vida das pessoas que ele amava. O que - só agora ele percebia - tinha sido egoísta. Enquanto pensava nisso, ele se deu conta de que mudaria tudo se pudesse.
Nesse momento, Renee sorriu. Em seguida a imagem se dissipou e Joseph se viu deitado na cama e percebeu que tinha sido só um sonho, um sonho projetado para ele. Renee foi sempre aquela que o fez pensar no que estava fazendo e corrigir o que tinha feito de errado. Mesmo não tendo passado muito tempo com ela, a sombra de Renee transformou Joseph no que ele era. Por mais que ela tivesse sido o motivo de ele ter deixado a Inglaterra, ele nunca a culpou pois sabia que ela também não podia controlar a situação. E mesmo que as escolhas dela tenham sido egoístas, as dele também foram.
Ela havia dito que avisaria quando tudo tivesse acabado. E agora havia projetado um sonho só pra ele. Isso só podia significar que Renee se fora e tudo foi embora com ela.

You May Also Like

0 comentários