31/12/2012

Retrospectiva 2012

Porque toda vez que eu digo "Retrospectiva 2012" eu fico com a música do plantão da Globo na cabeça?

E é isso, hoje é dia 31/12/2012, o último dia do ano. O dia em que o blog chegou a mais de 100 views em um dia. E como prometido, eu fiz um post de retrospectiva com um resumo do blog esse ano:

O primeiro tema do blog era azul com uma borboleta gigante no fundo.
O primeiro post do ano fazia parte do Diário de Bordo, que como vocês sabem eu escrevi enquanto estava viajando na Bahia. A parte 9. tem o nome de "A chapter ending, but the story is only just begun..." pra ilustrar o fim do ano e o começo do outro e ele na verdade falava de como foi meu ultimo dia de 2011 e não o primeiro de 2012. No fim do post eu coloquei uma lista de coisas pra fazer em 2012, que quando chegou ao fim do ano eu acabei anulando porque criei outras metas até o fim do ano (que acabei conseguindo cumprir), mas mesmo assim eu fiz muita dessas coisas então vou contar pra vocês o que fiz:


Lista de coisa para fazer em 2012 (retirado da minha agenda)

1- Voltar para o piano e para natação: Não fiz por vários motivos, como por exemplo, meus problemas de saúde que deixaram a família com problemas no dinheiro o suficiente, mas em 2013, pretendo fazer, assim como curso de inglês avançado.
2 - Terminar de escrever os dois primeiros livros ou toda a trilogia One More Time: HAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAAHAHAHAHAAHAAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHA é claro que eu não consegui fazer isso. Eu já desconfiava. Mas eu escrevi vários contos e agora eu desencanei dessa de escrever One More Time rápido e tô mais focada em escrever direito.
3- Viajar sozinha: Não fiz :( Mas não foi por falta de vontade.
4- Realizar algum sonho (mais no 18): FIZ Õ/ Realizei sonhos incríveis esse ano.
5 - Manter minha média escolar acima de 8,0 (inclusive em Educação Física): HEHE, Não fiz também, mas eu já expliquei tudo aqui.
6 - Fazer do meu aniversário algo inesquecível: FIIIIIIIIIZ! Melhor aniversário da minha vida. *-*
7 - Ler: Romeu e Julieta (Não li), Anna Karenina (Não li, só achei ebook em inglês e o livro só em russo), Razão e Sensibilidade (Não li), Drácula (tô lendo o e-book a passo de formiga e sem vontade - ler ebook me dá dor de cabeça), Jogos Vorazes (a trilogia) (LII) ,Hush Hush (série) (Não li, mas não foi por falta de vontade), Terminar as séries Riley Bloom e Percy Jackson. (FIZ) (Deixei esse pedaço em aberto pra colocar mais livros depois).
8 - Comprar meu A Year Without Rain Edição Deluxe: Comprei
9 - Juntar dinheiro (como se eu já não fizesse isso): É, quase, mas eu comprei o que eu queria comprar.
10 À 16 - nada demais. Confidencial: Não fiz a maior parte. Acho que nem fiz nada.
17 - Escrever no meu diário com uma caneta nova e expressiva. (hehehe): FIIIZ. Apesar de ter abandonado meu diário na boa parte do ano.
18 - Ir (dar todo meu máximo para) ao show da Selena: Eu dei meu máximo. Mas não rolou :( Nem os da Demi. Mas falar sobre isso me deixa triste.
19 - Montar meu kit de maquiagem: Não fiz, mas minha irmã fez.
20 - Confidencial: FIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIZ.

Depois desse post veio o "Problemas Técnicos" que foi basicamente o único post em que eu pedida desculpa por demorar post com razão. Depois disso ficou bem pior essas demoras e essa confusão. Mas com os problemas técnicos corrigidos, veio o post "E Itapetinga merece dois posts?" que era a parte 10 do Diário e fala sobre uma experiencia de viagem muito legal que eu tive. 4 dias depois desse post e aniversário de Nina Dobrev as bolhas de catapora surgiram no meu lindo rostinho o que rendeu dois posts "Varicela é a mãe!" e "E a saga da vari.. CATAPORA continua..." e adiaram minha viagem de volta para o Rio de Janeiro em alguns dias. Mesmo assim, naqueles dias deprimidos de doença eu escrevi um post sobre minha obsessão nessa época do ano o Peoples Choice Awards. E então eu finalmente pude voltar pra casa e os últimos posts do Diário de Bordo "O Rio de Janeiro nunca foi tão lindo ♫", "Home Sweet Home", "Extra: Araruama", "O fim: Coisas que não contei pra vocês" foram publicados. No meio deles veio "#StopSopa" que foi um post meio revoltado sobre o projeto de lei americano mais polemico do ano que tirou do ar o Megaupload (vocês ainda lembram disso?) e também aconteceu outra coisa, o nome do blog que costumava ser PuccaSecrets foi removido e substituído por "Untitled", eu inclusive criei uma promoção pra ajudarem a escolher o nome mas não deu certo e o post foi até deletado. No dia 18 de janeiro também, eu comecei a postar no TheSongsHistory, minha história, Songs. (pra conferir todos os capítulos de Songs até agora acesse Menu de Capítulos). E então estava chegando fevereiro, o mês do aniversário do blog e do meu aniversário (dias 7 e 18 respectivamente) e eu estava planejando o especial gigantesco pro blog e fiquei 4 dias sem entrar nem no twitter do blog pra planejar isso avisando aqui antes é claro.

O segundo tema do blog foi com um fundo amarelo cheio de desenhos fofos.
No dia 2 de fevereiro, (tinham começado oficialmente os atrasos) eu postei tudo sobre o "Especial de Fevereiro"  (a parte mais engraçada desse post é eu dizendo que tenho uma vida, kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk). Aqui vai a lista com os posts desse especial que saíram:


Dia 1º: Lançamento da versão nova e do nome novo do blog, twitter e da page no facebook. Segunda parte do capítulo 1 de Songs no www.TheSongsHistory.blogspot.com: Um foi feito, o outro não. Songs foi postado, mas só o tema  novo aqui do blog saiu, eu não consegui encontrar um nome novo.

Dia 2: [The Songs History] Segunda parte do especial do Capítulo 1 de Songs no www.TheSongsHistory.blogspot.com : Postado

Dias 3-5: Dias abertos.

Dia 6: [Post/Twitter] Sobre volta ás aulas. Primeiro Game confirmado. As 16h, valendo bg: Game não foi feito, mas o post foi publicado só dia 8 (depois do especial do aniversário do blog). Antes disso eu postei o segundo post de "Esclarecimentos" do blog.

Dia 7: Aniversário do blog: SuperEspecial. Post comemorativo. Lançamento das páginas "Miley, Demi, Selena & Nina" aqui e da página "Música dos Capítulos" no The Songs History. Games no twitter do blog e no @MyIntuition_ valendo gifs e icons. E distribuição de bgs na page. (mais informações sobre isso depois).: As únicas coisas que foram feitas foram o Post Comemorativo e o lançamento do "Música dos Capítulos". O resto simplesmente não rolou.

Dia 8: [The Songs History] Primeira parte do Capítulo 2 de Songs no www.TheSongsHistory.blogspot.com: Postado

Dia 9: [Post] Sobre não querer fazer 14 anos...: Só foi postado dia 11/02, porque eu fiz uma mudança nas datas do especial pra poder ajustar-se a minha agenda. (BTW, na verdade eu nasci as 20h)

Dia 10: [Post] Lista completa de presentes pra você me dar de aniversário. (Post Cancelado)

Dia 11: Lançamento das Regras do Especial da semana do meu aniversário: Postado. Outra promoção que deu errado, mas sinceramente foi uma das ideias mais criativas que eu já tive, pena que foi muito complicada pra dar certo.

Dia 12: [Especial Twitter] Segundo game confirmado. As 14h, valendo icon: Não aconteceu.

Dia 13: [Especial Post] Sobre música..: Substituido por "Sobre o Grammy".

Dia 14: [Especial Post Valentine's Day] Sobre amor *-*... Post cancelado.

Dia 15: [Especial Twitter / The Songs History] Terceiro game confirmado. As 16h. Segunda parte do Capítulo 2 de Songs no www.TheSongsHistory.blogspot.com: O game não aconteceu, mas post postado.

Dia 16: [Especial Page] Dia da criação de uma superhistória em que os fãs da page é que vão dizer o tema, o lugar onde se passa, a época e o nome dos personagens. O jogo vai acontecer entre as 14h e as 18h do dia e a história completa será postada aqui. Todo o regulamento será postado na page: Adiado pro dia 25 no novo calendário, mas foi feito e rendeu esse conto (Parte 1 - Parte 2) que é nada mais nada menos que o post mais visto e comentado do blog todo.

Dia 17: [Especial Twitter] Início da campanha (tudo sobre isso nas regras do especial dia 12): Feito.

Dia 18: MEU ANIVERSÁRIO MEUS INTUITIONZINHOS! Eu nem sei o que eu vou fazer: Feito. E INTUITIONZINHOS GIULIA? VOCÊ É RETARDADA OU O QUE?

Dia 19: [Post] Como foi meu aniversário. Post cancelado.

Dia 20: [Post] Sobre Lágrimas... Post cancelado.

Dia 21: [Page] Dia de Distribuição de BGs no Facebook. Regras na Page. Cancelado

Dia 22: [The Songs History] Primeira parte do Capítulo 3 de Songs no www.TheSongsHistory.blogspot.com: Postado

Dia 23: [Post] Manual:  16 dicas para conquistar uma Dreamer. kkkkkkkkkkkkkkkkkk Cancelado.

Dia 24: [Twitter] Quarto Game Confirmado. 18h, valendo indicação: Finalmente aconteceu. Primeiro e único jogo no twitter e acabou valendo indicação, icon, gif e bg.

Dia 25-Dia 26: Dias em aberto

Dia 27: [Page] Game na Page. As regras serão postadas lá mesmo: Não aconteceu.

Dia 28: [Post] Sobre meus sonhos... Post cancelado.

Dia 29: [Post] Sobre férias e hiatus..: Postado

E então começou o primeiro hiatus e único do blog. O mais engraçado é que o hiatus durou bem menos do que o espaço de tempo entre um post e outro quando eu cheguei no ponto mais complicado do ano. De um jeito ou de outro aquela foi uma época horrível porque eu não consegui descansar, nem fazer o que eu tinha pra fazer, e ainda senti uma falta danada do blog. O blog é tudo pra mim agora porque é meu mundo. E mesmo que eu tenha me afastado daqui na minha época mais negra, não foi de propósito.

O terceiro tema do blog tinha um fundo rosa brilhante que está na lista de planos de fundo do blogger e eu chamava de "ballerina"
De um jeito ou de outro, no dia 15 de março de 2012, o blog estava de volta completamente novo, inclusive no nome: my melodie ("my" é meu em inglês e "melodie" é melodia em francês, eu gosto de chamar a mistura dos dois em um nome de "Canadense". BTW, como eu vivo dizendo, se pronuncia my meloDIE, mas eu geralmente digo my MElodie como a maioria aqui também). Depois da volta do blog, veio "Staying Strong" que era uma crítica ao melhor documentário de todos os tempos.
E então veio Abril! Meu mês preferido, apesar do desse ano não ter sido nada legal. Todo abril no blog é um mês especial, porque eu amo abril e o blog é meu mundo. Nessa época, e junto com a volta teve o início de uma promoção aqui no blog, mas como depois eu expliquei na "entrevista comigo mesma", eu tive que cancelar essa promoção também. E então vieram os posts "Who Wouldn't...?" que é um desabafo sobre o que seria só o início das minhas confusões, e que por algum motivo eu amo, A continuação do conto do facebook "Sem Título - La Continuación" que foi o que desencadeou a onda de contos do blog que são os posts mais visualizados sempre, "This Is Radio Rebel" uma crítica sobre meu filme-lançado-esse-ano preferido. E então vieram os posts corridos que eu fiz pra chegar a 100 posts no dia 27 de abril (que é por vários motivos um feriado especial pra mim): Radom Top 60 - About Me (eu acho que alguma das coisas deixaram de ser verdade) e 11 fatos sobre o my melodie; Então no dia 27 eu comecei a série de críticas dos 4 primeiros livros d'As Crônicas de Fogo e Gelo, naturalmente com A Guerra dos Tronos. Aí o blog chegou ao post de número 100! *-*
Então veio maio com seus 6 posts: "Como nasce um post.." cujo título é auto explicativo. HappyCandyColaDay!V3 que são sobre o aniversário da minha Candy e o fim da terceira temporada de The Vampire Diaries, respectivamente. "As Crônicas de Gelo e Fogo: A Fúria dos Reis" e "As Crônicas de Gelo e Fogo: A Tormenta de Espadas" críticas d'As Crônicas. E All About 14 o post em que eu digo como me sinto sobre os 14 anos, a idade que eu não queria fazer.
E então junho, que foi quando as coisas complicaram. Os primeiros posts foram os últimos d'As Crônicas "As Crônicas de Gelo e Fogo: O Festim dos Corvos" "A Song Of Ice and Fire".

O quarto tema do blog esse ano, era um fundo azul com uma imagem da Torre Eiffel que é um dos planos de fundo do blogger também e era chamado "Versão Inverno".
Logo depois veio "Feliz Inverno! *-*" que saudava o inverno e anunciava um novo especial o especial de inverno. Até um post de brincadeira e o primeiro post do especial tava tudo bem, mas aí começaram os contos. Como Songs tava em hiatus até 22 de agosto, era até esse dia que eu queria postar mais ou menos todos os Contos de Inverno. O primeiro conto, "Neve" foi postado a tempo no dia 26 de julho e no dia seguinte saiu o segundo conto "Como "dizer não" pode ser uma boa filosofia de vida a seguir". E foi aí que eu embarquei na minha fase mais negra e com isso o blog ficou completamente abandonado, o seguinte e último conto só saiu dia 22 de setembro, Último Dia de Inverno ou melhor, sua parte um, foi finalmente postada. Tecnicamente deveria sair a versão completa, mas eu não consegui escrever ela toda. E a pior parte foi que eu só postei uma prévia da continuação naquele mês, a parte dois só saiu depois do meu retorno triunfal.

O quinto e último tema do blog, é o atual: um fundo branco com desenho de troncos.
Minha volta das cinzas aconteceu no dia 1º de novembro. Eu já tava me sentindo muito bem naquela semana, mas a volta no dia primeiro foi bem dramática. O nome do post em questão é "It's the end of another chapter?" e nele eu não só explicava o que tinha acontecido e pedia desculpas como publicava aqui um conto que eu escrevi pra um trabalho de escola e estranhamente acabou se tornando meu conto mais popular '-'. 5 dias depois, finalmente saía a 2ª parte de Último dia de Inverno. E então os posts voltaram a aparecer normalmente como apareciam no inicio do ano, os primeiros foram: "Diário sobre O Diário de Anne Frank" que era uma crítica em forma de diário de O Diário de Anne Frank e "Ensaio sobre o Ensino Médio.." que foi meu primeiro ensaio e o texto sobre o fim das aulas.
E, no dia 15 de novembro, o maior especial do blog estava de volta com o nome: Diário de Bordo 2 - Você pode fazer qualquer coisa. Os posts que saíram até hoje foram: Primeiro dia de férias. ; Reality Show do Coração (??) ; Resultados finais. ; My Fashion Day ; Movies & Staff (Parte 1) ; Lista de Natal ; Compras de Natal + O Natal não cantou + My mommy's birthday ; Movies & Staff (Parte 2)Últimas compras de Natal/Meu dia de Natal ; Movies & Staff (Parte 3)/Última semana do ano.
E no meio disso, outros posts saíram como: "O dia em que o my melodie virou blog de moda" que é o primeiro post da série "O dia em que o my melodie virou...", "2013 Projects/Uma entrevista comigo mesma" que é sobre os projetos pro blog em 2013. "3 Tops 25 de Férias" que tem, hmm, 3 tops 25 de coisas das férias. "Contos (crônicas?) da vida real." cujo titulo é auto explicativo. E então "XOXO, we'll always love Gossip Girl" que é sobre o fim de uma das minhas séries preferidas. E aí veio "Ser invisível." que era sobre pessoas que são vistas como invisível. O post de Natal do blog que é um poema, "Happy Melodie Christmas". E foi nesse dia lindo de Natal que o blog chegou a meta do ano de 5 mil views. Melhor presente de Natal ever. E então finalmente os últimos posts do ano: "Looking to the bright side.." que é post sobre o lado positivo de ter 14 anos. E "And a happy new year!" o post de agradecimento e felicitação sobre o fim do ano.

E assim acaba um ano de my melodie:
Posts esse ano: 73
Postagem mais popular: It's the end of another chapter?
Visualizações de página esse ano (o blogger muda o dia da contagem de views as 22h): Cerca de (o blogger não me deixou medir tudo) 3046 views
Recorde de visualizações (batido hoje): 118 views
Total de visualizações de página: 5225
Comentários esse ano: 88
Total de comentários: 100

É isso, Feliz 2013!
G.

And a happy new year!

Aviso: Se você realmente quer ler o post abaixo, esteja pronto pra ler coisas melosas e muito clichês. Eu avisei.

E finalmente chegamos ao fim desse dramático e longo ano. Eu acho que eu já falei um milhão de vezes o quanto eu sou grata por ter leitores (apesar de odiar profundamente chamar quem entra no blog de leitor) tão maravilhosos quanto vocês. Mas ainda assim eu não vou parar de repetir até que fique bem claro o quanto eu sou grata por vocês não terem me abandonado.
Acho que a gente só percebe o quanto certas coisas são importantes até achar que as perdeu de vez. Vocês não fazem ideia de como é maravilhoso entrar na página inicial do blog e ver que tem comentário novo ou 10 views mesmo que não tenha post novo. Ou de quanto melhora meu dia simplesmente ler um "adoro seus contos" ou receber uma resposta de feliz natal nos posts de Natal. Mesmo que eu nunca tenha dito, ou que nos meus momentos mais negros estivesse envolvida demais nos meus problemas para perceber, foi esse tipo de coisa que me deixou forte.
Hoje, eu posso olhar pra trás e dizer que esse ano valeu muito a pena. Porque eu não desisti. E agora um capítulo novo começa (é tipo a terceira vez que eu uso essa metáfora no blog né?) e eu mal posso esperar para escrevê-lo sabendo que vocês estarão aqui para ler cada pedacinho deles.

Feliz ano novo!
Eu amo vocês.
G.

P.S.: Hoje 22 horas sai o post da retrospectiva com tudo sobre o ano do blog detalhadinho. Não esqueçam de entrar.

29/12/2012

Diário de Bordo 2 - Você pode fazer qualquer coisa - Parte 10: Movies & Staff (Parte 3)/Última semana do ano.

What's up guys? Finalmente chegamos ao finzinho da última semana do ano. Essa última semana pra mim, resumiu-se em ficar em casa escrevendo, vendo filmes, e arrumando as coisas pro blog. (Ou seja, a semana perfeita, eu amo fazer tudo isso.) Com exceção de ontem, última sexta-feira do ano, em que eu fui pro shopping e pro cinema aproveitar em grande estilo. Quando eu cheguei lá pra almoçar, ainda descobri que a minha irmã e a minha mãe fizeram um segundo furo nas orelhas:

Orelha da minha mamys.

Achei que elas estivessem desistido disso. Além disso, tiramos umas fotos no cinema, mas vocês vão ter que ir no meu instagram pra ver isso e de preferencia, sigam.
E como eu vi filmes o bastante essa semana, eu escrevi mais um post do Movies & Staff:

Terça-Feira (25/12): Despicable Me
Eu me sentia excluída da sociedade por não ter visto esse filme, então agora não sou mais. *-* É muito fofinho. Mas eu acho que tava cansada e com calor demais pra aproveitar o filme direito, ERA NATAL MINHA GENTE.

Quarta-Feira (26/12): Ice Princess (comentado)
MEU FILME PREFERIDO! Tô tão feliz de finalmente ter comprado meu DVD. As cenas excluídas e o filme comentado. Que saudade de ver o filme comentado. O filme é perfeito, afinal é meu preferido né. Eu recomendo, mas tenho bastante ciúmes

Quinta-Feira (27/12): Nick and Norah's Infinite Playlist
Filme fofinho sobre música? YAY. Com a Kat Dennings? yaaaaaaaay. Eu tive que ver o filme dublado e a dubladora da Norah é meio esquisita. Sou mais a voz dela. MAS ESSE FOI O MELHOR FILME NOJENTO/FOFINHO/IDIOTA/ROMÂNTICO/ENGRAÇADO DE TODA A MINHA VIDA! *_* AAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA Isso provavelmente prova meu péssimo gosto pra filmes, mas DANE-SE AAAAAAAAAAAAAAAAA.

Sexta-Feira (28/12): How to Train Your Dragon
Legendado, ebaaa. Que filme lindo <3 Eu amo coisas com dragões porque sei lá, e esse filme foi muito bom. O livro da história agora por favor? :P

Sexta-Feira (28/12): Life of Pi
Isso me lembra, quando saem os indicados pro Oscar? Porque todo mundo tá dizendo que esse filme é um grande concorrente, mas eu não terei uma opinião sobre isso tão cedo. O filme é lindo. Vejam em 3D. Tem algumas citações muito engraçadas e outras muito bonitas. E você quem escolhe no que vai acreditar.

Sábado (29/12): I am number four
EU PRECISO DO LIVROOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOO! PRECISO DELE AGORA! Acho que não preciso dizer que gostei do filme agora, preciso?

E pra fechar com chave de ouro, aqui vai uma atualização dos meus tops 25 de férias:



25 músicas que eu mais ouço nas férias (O top 25 do celular muda o tempo todo então amanhã isso pode mudar)

1. Papa Don't Preach - Mila (Cover) *-*
2. Light Up The World - Glee
3. Closing Time - Semisonic
4. Unwritten - Natasha Bedingfield
5. Mr. Know It All - Kelly Clarkson
6. Oath - Cher Lloyd feat. Becky G
7. Disney's Princess - Ke$ha 
8. What Doesn't Kill You (Stronger) - Glee 
9. Loser Like Me - Glee
10. We Are Never Getting Back Together - Taylor Swift
11. Mercy Of Love - Candice Accola
12. Valerie - Glee
13. Rumor Has It/Someone Like You - Glee 
14. Don't Forget - Demi Lovato
15. Singing in The Rain/Umbrella - Glee
16. Walking On Sunshine/Halo - Glee
17. I Hate This Part - Pussycat Dolls
18. Reachin' For Heaven - Diana DeGarmo
19. Don't Rain On My Parade - Glee 
20. Valerie - Mila (Cover)
21. Don't Stop Believin' - Glee  
22. Middle Of Nowhere - Selena Gomez & The Scene
23. The Middle - Demi Lovato
24. My Cup - Glee
25. Gangnam Style - Glee

25 filmes que eu vi/verei nas férias (e que claro vão pro diário de bordo)

1. Amizade Colorida
2. Juno
3. Ele não está tão afim de você
4. Amanhecer - Parte 2
5. Sonhos no Gelo (De preferencia umas 50 vezes)
6. Cantando na Chuva 
7. Eu sou o número 4
8. Fame
9. Juntos Pelo Acaso
10. A Garota da Capa Vermelha
11. Jogos Vorazes
12. Morte e Vida de Charlie
13. Missão Madrinha de Casamento
14. Como treinar seu dragão
15. As Vantagens de Ser Invisível
16. A Noviça Rebelde
17. Um parto de viagem
18. O discurso do Rei
19. Meu malvado favorito.
20. O preço do amanhã
21. A Bruxa de Blair
22. O Senhor dos Anéis - A Sociedade do Anel
23. O Senhor dos Anéis - As Duas Torres
24. O Senhor dos Anéis - O retorno do Rei.
25. TED (Olha o julgamento)

25 livros que eu li/lerei/estou lendo nessas férias

1. Harry Potter e a Pedra Filosofal
2. Harry Potter e a Câmara Secreta
3. Harry Potter e o Prisioneiro de Azkaban (lendo)
4. Devoted
5. O Hobbit
6. Uma Vida Sem Limites
7. Em Busca de Zöe
8. Sonhos
9. Harry Potter e o Cálice de Fogo
10. Harry Potter e a Ordem da Fênix
11. Harry Potter e o Enigma do Príncipe
12. Harry Potter e as Relíquias da Morte
13. Asas
14. As Vantagens de Ser Invisível
15. A Culpa é das Estrelas
16. Beijos Infernais
17. Sussurro
18. A História de um Anjo.
19. A Garota Americana
20. A Garota Americana Quase Pronta
21. Poderosa 3
22. Poderosa 4
23. Poderosa 5
24. Dracula
25. Razão e Sensibilidade|


G.

28/12/2012

Looking to the bright side..

Todo mundo sabe que eu passei o ano todo reclamando de ter 14 anos (All About 14) e com razão afinal todas as coisas que eu disse estavam certas. Mas agora que o ano tá acabando e é época de paz e alegria, eu quero falar sobre o lado positivo de ter 14 anos, até porque essa idade é inevitável.
Quando você faz 14 anos, você e o mundo te veem como alguém mais maduro. Maduro o suficiente pra tomar algumas decisões que você nunca imaginou que ia tomar. Maduro o suficiente pra enfrentar sozinho coisas que a gente costumava não precisar enfrentar por ter outras sozinho. Maduro o suficiente pra entrar na tempestade de cabeça e precisar se manter firme durante cada segundo disso.
No inicio essa coisa toda pode ser mais do  que assustadora, mas depois de um tempo, a independência pode dar um certo orgulho. No bom sentido.
A gente pensa que enquanto estamos crescendo as coisas que a gente aprende são suficientes pra enfrentar a vida quando crescer, mas os 14 anos ensinam que a gente nunca vai estar pronto pras coisas que a vida vai nos trazer.
As vezes a compreensão vem mais cedo, as vezes mais tarde, mas ter 14 anos e ser adolescente é sobre se conhecer. É sobre, respirar fundo e aguentar qualquer coisa que vier não importa como. É sobre colocar todas as coisas que você sabe sobre si mesma e sobre o mundo em prova.
Ok. Talvez nenhuma das coisas que eu estou falando sejam próprias dos 14 anos e sim só coisas que acontecem na vida. Mas eu criei uma teoria sobre a vida: aos 12 anos você observa, aos 13 você a aprende e a partir dos 14 você vive.
A vida não é feita para ser fácil, você apenas tem que se prender ao lado mais brilhante da coisa toda.

G.

26/12/2012

Diário de Bordo 2 - Você pode fazer qualquer coisa - Parte 9: Últimas compras de Natal/Meu dia de Natal

Nos últimos dois fins de semana, meus dias foram bem agitados e eu mal tive tempo de ficar online, e o post sobre o fim de semana da semana passada ficou bem ruim, mas hoje eu vou contar tudo direito.
As última parte das compras de Natal começou no dia 21/12 (dia do fim do mundo!), quando nós fomos até o shopping aqui perto aproveitar. Minha mãe já tinha combinado que daria 500 reais pra cada uma então naquele dia ela cumpriu o combinado. Nada dá uma liberdade maior do que poder entrar em lojas como a Riachuelo, C&A, Marisa e poder realmente gastar. Naquele dia eu comprei um sapato perfeito, um vestido branco lindo que eu usei ontem, uma camisa estilo bata floral que foi cara, mas ficou perfeita em mim, uma saia de cintura alta linda, um sutiã fofinho e uma blusa que eu achei bonitinha e só comprei porque minhas blusas no estilo dela estão meio velhas. Eu tô pensando em fazer um "O dia em que o my melodie virou um blog de moda 2" com as roupas de eu comprei.
No meio dessas compras eu ainda tive tempo de vomitar no meio do shopping a caminho do banheiro (eu tô bem, foi só um momento ruim. E acreditem, esse não foi o pior lugar em que eu vomitei nem de longe) e eu ainda fui na psicóloga. Com tudo isso feito, a gente chegou em casa nos 46:30 do segundo tempo pra arrumar as coisas pra visita de um grupo da igreja que aconteceria aqui em casa. A gente correu bastante pra deixar tudo pronto, e no fim deu tudo certo. Depois da visita aqui em casa, eu e a minha irmã fomos com o pessoal para a igreja porque lá ia acontecer uma vigília (um culto de oração que dura a noite toda) que duraria até as 6h do dia seguinte. Eu - que estou tomando os antidepressivos que ainda me causavam efeitos colaterais no dia (agora já diminuíram bastante) - não consegui ficar até o fim da vigília porque me senti muito tonta e fui pra casa umas 23h totalmente acabada e só me joguei no sofá e dormi. Nem lembro como fui para na cama.
No dia seguinte a gente acordou lá pra umas 11 horas, o que inclui minha irmã que chegou 7h da igreja totalmente acabada. Nesse dia eu não comprei nada, a gente só andou por Bangu um pouco então minha mãe teve que ir pro salão com a minha irmã e eu voltei pra casa pra ver filme e escrever o post do dia 22. Depois disso, nós fomos pra festa de aniversário do meu tio que na verdade não é bem meu tio (mais sobre isso depois).
O domingo a gente passou todo em casa. Nem fomos pra igreja porque minha mãe não tava muito bem e deu preguiça, então eu fiquei em casa terminando de ler Harry Potter e a Câmara Secreta.
Na segunda finalmente terminei as compras de Natal, primeiro a gente foi em Bangu comprar umas coisas no calçadão.. E foi lá que eu comprei o vestido perfeito que usei na ceia a noite:


Depois de alguns presentes de Natal comprado e de a gente ter almoçado no Spoleto (queimei a língua, como sempre), nós fomos pro meu shopping preferido, na Barra. É loucura ir pra Barra de condução num feriado, mas até que o ônibus foi bem rápido como no meu aniversário. E foi lá que eu acabei minhas compras de Natal.
Primeiro, fomos na Saraiva pegar as compras que fizemos no site e mandamos entregar lá na loja pra não pagar frete. Essa compra incluía Devoted (o livro da Hilary Duff que eu ganhei de presente de Natal da minha mãe junto com os 500 reais), o DVD de Sonhos no Gelo e mais algumas coisas pra minha mãe e minha irmã. Depois nós fomos na Leader e na Renner olhar algumas coisas, não compramos nada em nenhuma das lojas. Então minha mãe quis sentar um pouco e como ela sabia que eu tinha tirado ela e não queria ver o presente antes da hora, e ela tinha tirado minha irmã e pedido pra eu ir comprar o presente pra minha irmã não ver, ela foi com a minha irmã pra uma das praças de alimentação e me deixou livre pelo shopping, depois que eu comprei um milkshake de goiaba.
Eu voltei pra Saraiva pra comprar o CD pra minha irmã (o Take Me Home, minha irmã é Directioner) e aproveitei e comprei Sonhos da Alyson Nöel pra mim mesma de Natal. Então comecei a andar pelo shopping procurando o presente da minha mãe. Nada nesse mundo é mais complicado que comprar presente pra mãe, nada parece suficiente pra ela e o que é suficiente é muito caro. Eu fui até a Josefina, uma loja de bijuterias bem feminina e fofinha. E cara. Eu não contei pra minha mãe, mas o presente dela - um colar e uma bolsinha - deu 63 reais no total. Valeu a pena, é tudo lindo, mas seria bom se fosse mais barato.
Quando eu voltei, nós andamos mais um pouco e fomos até a C&A, onde eu comprei outro sutiã e uma sandália rasteira, dando assim um fim oficial às minhas compras de Natal.
Quando a gente chegou em casa, eu coloquei os presentes embaixo da arvore sem embalar mesmo e postei a foto no Instagram pra todo mundo ver:


Eu já tinha postado uma foto da decoração de Natal boba da casa:


Então eu fiquei no computador e arrumando as coisas pra ceia e conversando com pessoas e tendo momentos de alegria doce e natalina. (Coisa minha :P) E então fomos pra ceia.
Pra explicar onde foi a ceia, eu preciso explicar a dinâmica da minha família aqui no Rio.
Primeiro, eu tenho dois tios em primeiro grau nesse estado minha tia que mora em São João de Meriti e meu tio que mora em Araruama. Só que eles não convivem comigo o tempo todo. As pessoas que convivem são essas: Minha tia-avó que mora dois andares abaixo de mim que tem duas filhas, primas da minha mãe e minhas primas em segundo grau. Essa tia avó é casada com o filho da prima da mãe dela. O irmão desse meu tio-avô/primo em sei lá qual grau tem um irmão que também é primo em sei lá qual grau e foi ele que fez aniversário no sábado e que tem a casa onde foi a ceia. Ele tem dois filhos e duas meia-irmãs que não tem parentesco nenhum com a gente, mas são da família porque são legais. É com esse povo confuso todo que a gente convive.
Na ceia tudo aconteceu bem rápido, o amigo secreto em que eu fui tirada por uma das irmãs do meu tio/primo muito distante e ganhei um livro e uma caixa decorada e depois a comilança e então lá pra 1h30 da manhã voltamos pra casa.
O dia de Natal foi só mais um entre vários. Almoço de resto de ceia de dia e igreja a noite. Lá finalmente minha mãe pode apresentar a cantata que não pode no Canta Natal, que realmente aconteceu dia 20, eu até tinha vídeos pra postar mas o áudio tá muito ruim.
E para a acabar com o Natal com chave de ouro, hoje eu postei a foto dos meus presentes de Natal hoje:


É isso.. Agora é só esperar o ano novo.
G.

25/12/2012

Happy Melodie Christmas

FELIZ NATAL TODO MUNDO! Eu estava pensando em escrever um poema de Natal pra cá há um tempinho. Ficou pequeno, bem bobo e sem sentido, mas ficou simples e é isso que eu queria. Eu amo vocês muito. Obrigada por serem uma das coisas que fazem meu natal valer a pena.

Não seria natal.

Não seria Natal, se não houvesse especiais na TV,
Não seria Natal, se não houvesse presentes
E pessoas falando sobre presentes
Não seria Natal, sem músicas de Natal, decoração de Natal, ceia de Natal,
E não seria Natal, se não houvesse felicidade
Assim como todas as outras coisas que fazem dessa época,
Época de paz e gratidão

O que o Natal não trouxe dessa vez?
Nós estamos gratos por todas as coisas boas que temos?
E aprendemos com todas as coisas ruins?
A  felicidade não existiria sem a tristeza,
E o Natal não seria Natal sem felicidade,
O Natal é feito de união e alegria,
Mas também tem suas partes de tristeza e saudade.

Feliz Natal.
G.

22/12/2012

Diário de Bordo 2 - Você pode fazer qualquer coisa - Parte 8: Movies & Staff (Parte 2)

HELLO WORLD! SOBREVIVEMOS! Não que eu acreditasse que o mundo fosse acabar agora, eu sobrevivi ao bug do milênio, apocalipse maia é fichinha. Enfim, a questão é que essa semana foi bem cheia de altos e baixos. No inicio da semana eu tava me sentindo bem mal por causa dos remédios e seus efeitos colaterais, mas eu não tenho muita opção além de tomar então tudo que eu fazia tava saindo uma droga. Na terça tava tudo complicado e eu atolada de posts e de séries pra ver, apesar de quatro dias antes eu ter estado totalmente organizada nisso, mas na quarta eu, SURPRESA, consegui organizar tudo, terminar de ver a season 2 de GOT e deixar vários posts (porque agora meus favoritos vivem cheios) em ordem! Como eu sempre digo pra mim mesma quando minha vida tá um caos "Eu fui feita pra agir sobre pressão".
A questão é que nessa semana, eu tive tempo de ver mais alguns filmes então eu vou fazer o post sobre eles. :)

Quarta-Feira (19/12): Life as We Know It
Nada como uma comédia romântica da Katherine Heigl pra fazer você acreditar no amor. Ou não. A questão é que não importa o que digam, ela é a rainha das comédias românticas e é perfeita. Lidem com isso, resto das atrizes.

Quinta-Feira (20/12)/Sábado (22/12): Fame (O remake é claro)
Duas palavras: KAY PANNABAKER. Desde que eu descobri que ela tá no filme eu morro de vontade de ver ele, isso piorou quando eu descobri que a Anna Maria Perez de Tagle também estava. Quando eu comecei a ver o filme, minha maior vontade era estudar naquela escola. Quer dizer, eu sempre sonhei em tocar piano (tipo, SEMPRE era meu primeiro sonho) então isso seria bem legal. MAAAAS, eu não acho que teria talento suficiente pra entrar Perfoming Arts anyway. E.. o filme é demais. Sem mais.
P.S.: No meu livro de inglês tá escola tem uma sinopse desse filme. Eu marquei tudo de rosa com coraçõezinhos. Não perguntem.

Sábado (22/12): Red Riding Hood
Eu não estava muito afim de ver o filme, mas como eu tô protelando o máximo possível pra ver Eu Sou O Número 4, eu resolvi ver de uma vez. No inicio eu disse "filme seja bom, por favor". Nos três primeiros minutos do filme eu já tava: "AAAAAAAAAAAA SOCORRO QUE PERFEITO! AAAAAAAAAAAAA" Eu sou assim, eu sempre espero as coisas do jeito errado. A questão é que eu basicamente surtei o filme todo. E esse foi o primeiro filme cujo final me surpreendeu em anos, eu diria. Hoje em dia todo mundo ama um lobo mau.

Sábado (22/12): Charlie St. Cloud
Nada como um drama com o Zac Efron pra fechar uma semana com chave de ouro. Eu já sabia que o Sam ia morrer e fiquei um tentando descobrir como... E quando aconteceu :'( Eu não consigo viver com isso. O lado legal é que mesmo na cena mais dramática tinha Zac sem camisa, e não se pode reclamar disso. Eu perdi a respiração várias vezes durante o filme e isso foi demais. O que eu quero dizer é que eu amei o filme, e que não é surpreendente eu ter gostado de todos que vi até agora.

G.

20/12/2012

Ser invisível.

Marcando essa semana de fim de Gossip Girl, e depois de ver todo mundo revoltado pelo Dan ser a GG, eu  resolvi fazer um post completo falando sobre "pessoas solitárias" como nosso Lonely Boy. Tudo começou com meu post no facebook:
Sabem porque, mesmo não gostando do Dan, eu gostei do fato de ele ser a GG? Porque isso mostra o poder "os invisíveis". As pessoas que são excluídas e tratadas como nada, podem ser muito mais que o esperado. Gente invisível, consegue ver sem ser visto, ouvir sem ser ouvido e perceber sem ser percebido.
Geralmente essas pessoas sabem segredos sérios de pessoas que perguntariam "quem?" se ouvissem seus nomes. Podem armar uma briga enorme deixando vazar uma simples informação. Conhecimento é poder. Informação é poder. Nunca subestime ninguém, jamais. Isso é um aviso de uma garota solitária.
G.
No século da informação, finalmente os invisíveis começaram a ser notados. Os livros, filmes, séries e até músicas finalmente começaram a falar sobre aquelas pessoas menos notadas e mais quietinhas.
Quando eu falo sobre mim, eu não quero dizer que sou excluída, porque eu não sou (pelo menos não na escola), mas que eu sou quietinha e solitária e sei de muita coisa chocante, a isso eu sei. Foi isso que eu disse no concurso cultural de "As Vantagens de Ser Invisível" que o cinema daqui fez, a melhor parte de ser invisível, é perceber tudo a sua volta, sem ser percebido.
E eu gostei do que Dan fez com tudo isso. Ele provou o quanto é importante "saber". Quanto poder isso dá. As vezes eu digo que acho que um dia alguém vai aparecer na minha casa e me sequestrar porque "eu sei demais". Eu já senti vontade de criar um blog anonimo, mas eu sou egoísta demais pra dividir o que eu sei com um mundo. Talvez um dia eu conte algumas coisas que vão deixar gente de cabelo em pé. Talvez não.
A prova de quanto eu gosto disso é o fato de eu querer ser jornalista e trabalhar em uma revista no futuro, só pra controlar as informações. Eu mal vejo a hora.
No fim das contas, vale o que eu digo sempre: nunca subestime ou ignore ninguém. Essa pessoa pode ter estado no controle de tudo o tempo todo.

G.

19/12/2012

Diário de Bordo 2 - Você pode fazer qualquer coisa - Parte 7: Compras de Natal + O Natal não cantou + My mommy's birthday

Hey ya guys! Então, como vocês não sabem, ou sabem se estão no twitter, meu inicio de fim de semana foi meio que movimentado, o que é a coisa mais rara do mundo. Então, isso merece ser postado.
Bem, por onde eu começo...? Ah, tudo começou as 7h (não 6h) da manhã da sexta. A gente já tinha combinado de sair naquele dia pra fazer compras e pra minha mãe pagar umas coisas. Então fomos.
Naquele dia eu comprei todos os presentes de Natal menos os. Comprei o livro "Mãe, você é maravilhosa" do Max Lucado de presente de aniversário pra minha mãe. Pra minha irmã eu naturalmente comprei as revistas que ela queria. E depois comprei dois brincos pra minha mãe e ganhei um brinco de brinde da loja. Minha irmã comprou uma caneca de natal de presente pra mim, o que é bem a minha cara, já que eu vivo de café. Então a gente almoçou e voltamos pra casa pra se arrumar pro evento do dia.
O Canta Natal é um evento que acontece todo ano na Cinelândia e reúne toda a Associação dos Músicos Batistas Cariocas numa cantata de Natal. Minha mãe iria participar da desse ano, mas o evento foi cancelado por que tava chovendo e ia acontecer na praça. Mas de uma forma ou de outra, uma visita ao centro do Rio - minha parte preferida da cidade, sempre - é sempre uma coisa ótima. Por isso eu tirei todas essas fotos (nenhuma delas foi pro Instagram porque são muitas):





Um prédio que eu achei legal.

A Academia Brasileira de Letras AAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA





Escola de Música da UFRJ

Teatro Municipal

Por dentro da Câmara Municipal do Rio de Janeiro


Porto

Além disso, eu gravei um vídeo com um sneak peak do Canta Natal que acontece amanhã na Cinelândia, já que o pessoal quis cantar pelo menos uma música na câmara mesmo:

Ficou bonito né? Eu fui chamda pra cantar, mas não quis.

Enfim, depois que fomos liberados de lá e voltamos pra casa, compramos uma pizza e voltamos.
Dia 15, o dia seguinte era o aniversário da minha mãe. Eu acordei logo e dei o presente dela, e depois a gente foi no médico em que a minha irmã ia, desmarcamos a consulta e depois pro meu shopping preferido pegar as compras da Saraiva, que infelizmente não tinham chegado. A gente não fez muita coisa naquele dia.. Só andamos um pouco. Minha mãe tava sem dinheiro. Mas deu pra tirar foto da decoração:








Barra Shopping

New York City Center

E é isso.. Eu sei que esse post foi bem pobrinho, mas eu comecei um tratamento com remédios bem fortes agora e tô me sentindo meio fraca e tenho tido muita dor de cabeça, então eu tô sem a capacidade de escrever bem. Mas já já vai ficar tudo melhor e os posts voltam a sua qualidade. Aliás, isso me lembra que os resultados daquele meu exame já saíram mas eu ainda não fui no médico pra ter certeza de que tá tudo bem. E ah, a qualidade das fotos é culpa da luz, sorry.

G.

18/12/2012

XOXO, we'll always love Gossip Girl...

Sinto como se meu coração tivesse sido arrancado de mim e como se meus sonhos tivessem sido levados para mais longe do meu alcance... E tudo isso porque a maior série que se passa em New York desde Friends e Sex And The City, chegou ao seu dramático fim. :( Como eu vou viver agora?
Vocês sabiam que a minha vontade de criar um blog começou na época em que comecei a ver GG? E sabiam que eu já sonhei em trabalhar na série? E sabiam que "o que Blair Waldorf faria?" é um lema de vida? SABIIIIIIAAAAAAAAAAM?
Nos últimos dias a única coisa que eu conseguia pensar era na primeira vez que eu vi a série. Na verdade, isso foi em 2010, então eu não tava com a série desde o inicio, o que não significa que não parece que passou rápido, na verdade eu tive ainda menos tempo pra aproveitar a série do que os fãs que começaram do inicio.
6 temporadas. 121 episódios. E eu vi todos. Vivi cada situação. Invejei vários personagens. Senti raiva da maioria deles em algum ponto. E agora... acabou. É como se fosse o fim da trilogia Wake outra vez. Eu sabia que o fim estava chegando mas isso não diminuía o buraco que a história ia deixar.
Eu resumi muito bem como eu me senti sobre o último episódio no twitter,  mas basicamente:


O que eu quero dizer é que o que a gente aprende em uma série como GG, fica pra sempre. E é assim que será. Gossip Girl inspirou e fortaleceu meus maiores sonhos e agora o que eu preciso é torná-los realidade.

Forever a gossip girl disciple,
G.

15/12/2012

Contos (crônicas?) da vida real.

Minha melhor amiga diz que eu sou muito exagerada e dramática. Outros dizem que eu transformo tudo em um livro. Ambas as afirmações estão certas.
Mas a verdade é que o mundo é muito mais do que a gente percebe quando olha de longe. Eu nem sempre transformo o mundo em um livro. Ele é por si mesmo. E para provar eu resolvi escrever esses dois contos curtos (ou será que são crônicas?) baseados em histórias que eu vi de pessoas que passaram por coisas que pareciam literárias. Pessoas que vocês até podem conhecer e nem sequer perceberam que elas estavam passando por isso. E talvez depois disso vocês comecem a ver o mundo do meu ponto de vista.

Os nomes obviamente foram omitidos ou mudados porque eu não posso correr esses riscos. E eu mudei até o gênero de alguns personagens em nome da ética profissional. E nota para os meus amigos: Não, nenhum dos textos abaixo é sobre vocês. Eu guardo segredos.

O maior medo.
Ela era provavelmente a pessoa mais desagradavelmente agradável da face da terra. Quando parava pra pensar sobre si própria, só achava críticas para se descrever. E ela sabia que muita gente pensava do mesmo jeito. Mesmo assim, e apesar de sua família não se importar tanto com ela, ela tinha muita gente que se importava com ela espalhada por aí. Literalmente espalhada por aí. No país todo. Gente perto e gente longe. Ela tinha muitos amigos. Mas isso não significava que ela não tivesse medo. De ficar sozinha. De ser abandonada. De que finalmente percebessem os defeitos dela e desistissem de passar tempo com ela. Mas mais importante, o mais inevitável medo e o medo pelo qual ela era mais provocada pelas pessoas conhecidas: ela tinha medo de se apaixonar.
Não era um medo bobo. Era um medo real, palpável. Ela era bem empática e conhecia muita gente que sofreu muito por amor, e sofreu junto com eles, por isso tanto medo. Ela gostava de se aproximar das pessoas, mas se apaixonar... a ideia era assustadora.
Mas um dia como todas as outras coisas, aconteceu. Ela se apaixonou. E foi de uma forma bem complicada.
Contando do inicio: existia um cara. E ela acabou se tornando bem próxima dele, a ponto do namoro dele entrar em crise por ciúmes. Mas ela não estava apaixonada por ele. Então quando o namoro dele voltou ao normal, ela conheceu a namorada dele. E elas acabaram se tornando bem amigas. E foi essa garota que apresentou a pessoa pela qual ela viria a se apaixonar pela primeira vez.
Eles se conheceram porque eram amigos em comum da garota. Eles tornaram amigos, e ela percebeu que aquilo evoluía pra algo que ela não esperava. Ela sabia que ele não retribuía, mas também que não doía tanto quanto ela achava que doeria. Ela apenas se sentia feliz por estar perto da pessoa que ela amava mesmo que aquilo nunca pudesse dar certos (por motivos que ninguém nunca saberá).
Um dia ela contou como se sentia a amiga que os apresentou. E a amiga disse pra ela que deveria simplesmente dizer isso pra ele e seguir em frente. Afinal ela precisava arriscar. Então ela fez.
Dizem que receber um "Você é fofa, mas não gosto de você desse jeito" machuca, mas depois de sentir tanto medo, não a afetou dessa forma. É verdade que o primeiro amor a gente nunca esquece, e esse a fez se sentir bem e aprender que sentir medo de sentir é bobo porque viver sem sentir é como viver sem respirar. Logo, ela sempre seria grata àquela pessoa que a ensinou a sentir. De verdade.

O cúmulo de namoro a distância.
- Ei, você tá aí?
Sinceramente? Luisa não estava apaixonada por Kyle. Isso era uma certeza absoluta. Mas ele era um de seus melhores amigos e uma daquelas pessoas para as quais dizer é impossível dizer não, por diversos motivos.
- Sim. - Foi a única coisa que ela respondeu considerando bem direto.
- Estava preocupado, não achei que fosse entrar essa noite...
- É, mas aqui eu estou.
A conversa acontecia em inglês em um daqueles sites que alguns adultos chatos e os jornais continuam a chamar de "site de relacionamento" mesmo que o resto do mundo chame de "rede social", mas ninguém nunca ficou sabendo em que site aconteceu. A questão é, ele morava em Vancouver no Canadá e ela morava em uma cidadezinha minúscula no interior do Rio Grande do Sul. Era uma amizade virtual, uma daquelas coisas que as pessoas que não vivem não entendem. Mas ela sabia lá dentro que ele queria que isso passasse de uma amizade mesmo com tudo que tornaria aquilo impossível. Por isso ela tinha agido estranho por semanas, ela sabia que ele estava apaixonado e não sabia como retribuir.
- Que bom. Nós precisamos conversar...
Ela ficou encarando as teclas por um tempão pensando no que dizer até que ele perguntou se ela ainda tava lá. Então ela simplesmente disse:
- Pode falar...
Então é claro, ele pediu ela em namoro. Disse muitas coisas. Disse que a distância não seria um problema, disse que um dia eles morariam na mesma cidade e continuou falando até que por fim ela - que estava chorando muito, e sem coragem de magoá-lo - disse sim, disse que aceitava namorar com ele.
Os dias seguintes, foram os piores. Ela não sabia como lidar com o relacionamento, ela se tornava cada vez mais distante e ele nem sequer percebia. E então piorou, os amigos dele começaram a aparecer mandando mensagens e dizendo para ela se afastar porque ela magoaria ele, e eles nunca poderiam se ver. E as pessoas não paravam de dizer que aquilo era errado. E ninguém percebia que aquilo quebrava ela cada vez mais.
E foi então que a coisa mais improvável aconteceu. Ela viu em uma rede social aberta, ele não só pedindo outra garota em namoro, como falando mal dela pra essa garota sem nem perceber que ela podia ler tudo. Levaram horas pra ficha cair. É claro que estava tudo terminado agora. Ele terminou da forma mais complicada.
Lição de moral? Não acho que tenha alguma, mas pelo menos agora as pessoas sabem como era estar naquele lugar.

G.
P.S.: Se alguma das histórias acima (que são inspiradas e não detalhadamente iguais as histórias reais) lembra alguma coisa que você já viveu, deixe um comentário, mesmo que seja em anonimo só pra eu ver uma coisa. Obrigada.

12/12/2012

3 Tops 25 de Férias

Eu estava pensando em fazer outro especial de tops 7 aqui por agora, mas como por enquanto os especiais de top 7 aqui são quase anuais, e eu tava olhando as 25 mais tocadas do meu celular, eu resolvi fazer melhor e fazer um especial rápido de tops 25, de férias.

25 músicas que eu mais ouço nas férias (O top 25 do celular muda o tempo todo então amanhã isso pode mudar)

1. Papa Don't Preach - Mila (Cover) *-*
2. Closing Time - Semisonic
3. Light Up The World - Glee
4. Mr. Know It All - Kelly Clarkson
5. Oath - Cher Lloyd feat. Becky G
6. Unwritten - Natasha Bedingfield
7. Disney's Princess - Ke$ha 
8. Valerie - Glee
9. We Are Never Getting Back Together
10. Singing in The Rain/Umbrella - Glee (Melhor Mashup da História)
11. Loser Like Me - Glee
12. Walking On Sunshine/Halo - Glee (Meu toque)
13. Don't Forget - Demi Lovato
14. Rumor Has It/Someone Like You - Glee
15. What Doesn't Kill You (Stronger) - Glee 
16. Valerie - Mila (Cover)
17. Don't Rain On My Parade - Glee 
18. I Hate This Part - Pussycat Dolls
19. Bless The Broken Road (Acoustic) - Rascal Flatts
20. Double Dutch Bus - Raven Symone
21. Don't Stop Believin' - Glee  
22. Don't Wanna Be Torn - Hannah Montana
23. Want U Back - Cher Lloyd
24. Everything You're Not - Demi Lovato
25. Cell Block Tango - Glee

25 filmes que eu vi/verei nas férias (e que claro vão pro diário de bordo)

1. Amizade Colorida
2. Juno
3. Ele não está tão afim de você
4. Amanhecer - Parte 2
5. Sonhos no Gelo (De preferencia umas 50 vezes)
6. Cantando na Chuva 
7. Eu sou o número 4
8. Fame
9. Juntos Pelo Acaso
10. A Garota da Capa Vermelha
11. Jogos Vorazes
12. Morte e Vida de Charlie
13. Missão Madrinha de Casamento
14. Quero matar meu chefe
15. As Vantagens de Ser Invisível
16. A Noviça Rebelde
17. Um parto de viagem
18. O discurso do Rei
19. Meu malvado favorito.
20. O preço do amanhã
21. A Bruxa de Blair
22. O Senhor dos Anéis - A Sociedade do Anel
23. O Senhor dos Anéis - As Duas Torres
24. O Senhor dos Anéis - O retorno do Rei.
25. TED (Olha o julgamento)

25 livros que eu li/lerei/estou lendo nessas férias

1. Harry Potter e a Pedra Filosofal (lendo)
2. Harry Potter e a Câmara Secreta
3. Harry Potter e o Prisioneiro de Azkaban
4. Devoted
5. O Hobbit
6. Uma Vida Sem Limites
7. Em Busca de Zöe
8. Sonhos
9. Harry Potter e o Cálice de Fogo
10. Harry Potter e a Ordem da Fênix
11. Harry Potter e o Enigma do Príncipe
12. Harry Potter e as Relíquias da Morte
13. Asas
14. As Vantagens de Ser Invisível
15. A Culpa é das Estrelas
16. Beijos Infernais
17. Sussurro
18. P.S.: Eu te amo
19. A Garota Americana
20. A Garota Americana Quase Pronta
21. Poderosa 3
22. Poderosa 4
23. Poderosa 5
24. Dracula
25. Razão e Sensibilidade

11/12/2012

Diário de Bordo 2 - Você pode fazer qualquer coisa - Parte 6: Lista de Natal

Hey guys, I just realize.. Desculpa, mania de escrever em inglês (eu tenho passado muito tempo escrevendo e falando em inglês ultimamente). A questão é que só faltam 2 semanas (13 dias na verdade, já que se comemora na véspera) pro Natal e eu me dei conta de que o primeiro Natal completo da família não está sendo planejado com a intensidade necessária para um Natal perfeito. Então eu resolvi fazer uma lista completa de coisas necessárias para o Natal perfeito (com comentários).

Lista de Natal
Ceia
Festa na casa do filho do primo da minha bisavó/irmão do marido da minha tia avó, conhecido carinhosamente por "tio" mesmo por falta de título mais especifico. (eu sei, tenho a família mais complicada do mundo)
Então eu vou colocar sorvete na lista, porque eu quero

Amigo Secreto
Isso vai acontecer na festa e a gente ainda não tirou os nomes então eu não sei o que eu vou comprar. Além disso tinham dado a ideia de fazer um amigo secreto só de chinelos, o que eu achei uma ideia idiota porque estraga totalmente a emoção de imaginar o que você vai ganhar de presente, acaba com o esforço das pessoas em pensar o que vai dar de presente pra o amigo secreto e isso estraga a brincadeira. Mas como ninguém me escuta, a única sugestão pra fugir dos chinelos, é que quem não quer ganhar o chinelo diga o que quer ganhar de presente, então eu já sei o que quero, mas não vou contar pra não ficarem de zoião no meu presente. u.u E eu realmente espero tirar alguém que não queira chinelos porque eu quero a diversão completa.

Presentes
O aniversário da minha mãe é no sábado e tradicionalmente eu dou alguma coisa muito especial que sirva de aniversário e Natal (menos ano passado que a gente passou o aniversário dela longe dela e deu um kit com muitas coisas que ela queria), mas esse ano eu tô pensando em comprar alguma coisa legal de aniversário e um brinco de Natal. Acontece que a única coisa que a minha mãe disse que quer de aniversário é um Magnum Gold que eu vou comprar pra ela quando a gente for no shopping no dia e quando eu perguntei se ela queria mais alguma coisa ela disse pra eu dar o que eu quiser. Isso é tortura. Eu tô pensando no que eu dou desde o dia 1º e nada ainda e agora só faltam 4 dias e.. eu simplesmente não faço ideia do que dar de presente. Ótimo.
Pra minha irmã fica bem mais fácil. Como a Atrevida lançou um especial com os meninos da 1D e minha irmã é directioner ela falou que quer as do Harry e do Niall então tá tudo certo.
E eu ainda quero dar um presente pra mim mesma (já comentei que eu tenho só 47 reais? Só que eu sempre soube fazer milagres com dinheiro, tipo literalmente) que seria meu DVD de Sonhos no Gelo, mas como a Saraiva deu um problema em uma compra anterior a gente ganhou um cartão presente e meu DVD já foi comprado junto com o presente de Natal da minha mamys pra mim. Então eu não faço ideia do que eu vou me dar de presente. Acho que eu vou surpreender a mim mesma comprando alguma coisa que eu veja na rua e goste. E claro que eu vou embalar e abrir só dia 25 de manhã porque eu sou uma diva.
E ainda tem umas coisas que eu quero mandar pro correio pras minhas amigas virtuais e afins. NOSSA.

Decoração (Sim, ainda falta decoração)
Luzinhas douradas (A gente tinha algumas coloridas mas elas quebraram e agora precisamos comprar os dourados pra terminar a decoração da árvore).

Chocolate pra decorar as compoteiras (As duas caixas que a minha mãe comprou acabaram em 5 dias)
Castanhas pras compoteiras também. (o pote ainda tá muito vazio)
Papel de presente pra colocar os presentes na árvore.
Arrumar a árvore de um jeito melhor pra ela não parecer tão pobre.


Christmas Shopping
Sabe, aquelas comprinhas de roupas e sapatos novos pro fim do ano e tals? Então, minha mãe já fez uma lista com algumas coisas que a gente viu, e ela disse que vai dar 500 reais pra cada uma (eu e minha irmã) e deixar a gente comprar o que quiser no shopping com esse dinheiro (de roupa e sapato claro) a gente só não sabe quando. O total estimado das minhas compras deu 290 reais só e deu mais do que eu queria porque eu só pedi o vestido perfeito que eu vi e a sapatilha tão perfeita quanto que eu vi também, mas minha mãe colocou outras coisas que ela acha que eu preciso, soo.. A minha lista ficou assim:

1 Vestido (Não vou dizer como é nem onde vou comprar, mas posto fotos depois)
2 camisetas
1 short jeans ou de tecido
Roupa Intima (U.U)
1 sapatilha
1 rasteirinha

Viu como eu sou uma pessoa simples. Nisso, sobra mais ou menos 210 reais que eu vou ter que devolver ee AAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA ACABEI DE ME DAR CONTA! O presente que falta pra minha mãe me dar de aniversário de 15 são roupas da Dream Out Loud então já que minhas compras ficaram mais baratas eu acho que consigo convencer ela a me levar no Walmart mais próximo pra comprar *-* E minhas camisetas e short podem ser da DOL. OMG OMG OMG. EU SOU UM GÊNIO! E ainda assim vai dar menos de 500 reais, aposto. *-*

<3

É isso por enquanto. Eu vou deixar um Christmas Status nos Extras pra vocês saberem a quantas anda minhas preparações pro Natal perfeito.
G.