Diário de Bordo 2 - Você pode fazer qualquer coisa - Parte 22: Minha semana de filmes/Movies & Staff (Parte 6)

by - 16:08

OOOOi minha gente! Como todos vocês sabem, essa penúltima semana de férias pra mim foi decretada a semana de filmes. Eu passei a semana toda terminando minha lista de filmes para ver. E eu consegui *-* Yay. Terminei os filmes das férias e agora estou pronta para escola, assim que terminar a próxima semana que é semana de One More Time. Aqui vai o resumo das filmes da semana. Os últimos da lista.

Quarta-Feira, 30 de Janeiro/Segunda-Feira, 4 de fevereiro - New Year's Eve
Só sei que: LEA MICHELE SENHORAS E SENHORES! Mas é óbvio que não foi só por causa dela que eu vi o filme. Também tem, Katherine Heigl, Abigail Breslin, Sarah Jessica Parker, ZAC EFRON, ASHTON KUTCHER, JAKE T AUSTIN, e eu posso continuar falando... A questão é que eu amo filmes com elenco cheio de atores que eu amo, (tipo, Indas e Vindas do Amor, Ele Não Está Tão Afim de Você) porque só precisa de um ator que eu amo pra fazer de um filme perfeito, vários atores é tipo, MELHOR FILME EVEEEEEEEEER. Eu quero ver esse filme, desde que tem boatos de que ele seria estrelado por Chace Crawford e Miley Cyrus (eu ainda preciso que um filme seja estrelado por esses dois. Eu provavelmente vou por um ovo quando isso acontecer. Aliás, na terceira temporada de Hannah Montana, não sei se vocês perceberam, mas o filme que a Hannah estrela é junto com o Chace). E valeu MUITO apena,, apesar de ter me deixado um pouco deprimida porque eu ainda não passei o ano novo em New York. O máximo que eu fiz foi ver a transmissão ao vivo do ano novo na Times por dois anos seguidos. E pretendo ver todo ano até poder finalmente ir pra NY. Mas enfim, eu ainda não acredito que a minha lista de filmes anda tão perfeita.

Terça-Feira, 5 de fevereiro - Nosferatu, Eine Symphonie des Grauens
Eu comecei a ver esse filme na semana de One More Time, mas parei porque quando eu fui dar uma olhada no livro que me apresentou ao filme (O Guia de Vampiros para Mulheres), eu acabei descobrindo o final (ou melhor, lembrando) então perdeu a graça assistir ao filme. Então eu resolvi voltar a ver essa semana, pra poder terminar. Se eu já zoo filme de terror normalmente, imagina só um filme mudo de 1922 em alemão? Eu ri bastante. E fiquei totalmente revoltada pela falta de sangue. Mas tenho que ser justa, eu amo a história por trás desse filme e o enredo é bem bom, apesar de ser um plágio descarado. Sem falar que as frases de efeito, como a do início ("Nosferatu, esta palavra não te faz lembrar o chamado de um pássaro da morte à meia noite? Não ouse dizer essa palavra pois as imagens da vida desvanecer-se-ão em sombras, sonhos fantasmagóricos emergirão do coração e alimentar-se-ão do seu sangue.") são incríveis e um exemplo para os roteiristas atuais. Eu amo um draminha.

Terça-Feira, 5 de fevereiro - Gnomeo & Juliet
Eu quero ver esse filme desde que vi o trailer dele quando fui ver Tangled (Enrolados) no cinema em 2011 (foi meu primeiro filme em 3D logo que eu me mudei pra cá), mas mesmo tendo comprado o DVD ano passado, eu esqueci totalmente que tinha ele até uns dias atras e como estava sem meu notebook dia 5, resolvi ver ele de uma vez. E vamos dizer que esse filme foi muito bom. Me deixou com mais vontade de ler Romeu e Julieta logo. É uma história fofinha e eu sou a garota dos filmes infantis então..

Terça-Feira, 5 de fevereiro - Country Strong
Eu nunca entendi o título que esse filme tem em português. E mesmo depois de ver ele eu continuo sem entender. Mas não é isso que importa, o que importa é que é o drama, mais fofinho que eu já vi. Eu amo música Country porque relaxa e faz bem, e esse filme em especial e com Leighton Meester cantando, pra que continuar vivendo?

Quinta-Feira, 7 de fevereiro - Stuck by Lightning
Um filme sobre um escritor adolescente que quer ser jornalista com o Chris Colfer? O QUEEEEEEEEEEE? E não só ele, tipo enquanto eu via o filme, eu comecei a achar atores de vários filmes e séries que eu ameei. OMG. Tá aí outro filme que eu vi porque vi uma pessoa em cujo gosto eu confio (a mesma pessoa de Pitch Perfect), falando bem dele, e por outros motivos óbvios. OMG, esse filme é tão bom que foi um daqueles raros que conseguiu me deixar envolvida só nele. E quando ele fala sobre como é escrever eu fiquei até sem ar. Depois desse filme eu vou precisar fazer uma séria reavaliação sobre aqueles filmes da lista dos 7 maiores da história.

Quinta-Feira, 7 de fevereiro - Bridesmaids.
O filme é engraçado, mas nem de longe é um dos melhores filmes que eu vi nessas férias. E eu inclusive acho tão estranho que esse filme tenha sido indicado a dois Oscars e dois Globos de Ouro. '-' Mas enfim... (Cara, acho que essa é a critica mais negativa que eu já fiz. To quase me sentindo culpada.).

Quinta-Feira, 7 de fevereiro - Mean Girls 2
Mean Girls é um clássico do cinema adolescente mundial então eu realmente entendo porque as pessoas falam tão mal do 2, com elenco totalmente diferente. Mas sinceramente, eu realmente odeio esse tipo de coisa porque as pessoas odeiam uma coisa nova só porque as antigas que elas amavam foram deixadas para trás. O elenco de Mean Girls 2 pode não ser o mais premiado do mundo, mas está lotado de atrizes que eu curto (como eu disse no twitter Claire Holt, Meaghan Martin, Jennifer Stone, Nicole Anderson e minha gêmea perdida, Maiara Walsh.) e é uma comédia adolescente, fofinha, então se você é tão contra MG2 assim, me odeie, mas eu curti o filme. É, eu não curti tanto Bridesmaids, mas amei uma comédia que todo mundo diz ser uma cópia fajuta então pode me julgar, eu não ligo. Mas eu tenho que adimitir que é meio estranho ver a Meaghan Martin como mocinha pra variar um pouco.


Quinta-Feira, 7 de fevereiro - Cyberbully
EMILY OSMENT E KAY PANABAKER, UH! UH! Desde que eu soube quem estava nesse filme, eu quero ver ele, e mesmo que eu tenha passado o dia todo vendo comédias fofinhas, ver um filme de drama intenso onde eu me identifico muito com a persoagem sofredora principal não me pareceu uma coisa ruim, pelo menos não até eu quase me desidratar soltando grandes lágrimas salgadas e.. mentira. Eu nem chorei, eu tenho uma técnica secreta de controle de choro em filme. Não funcionou das últimas três vezes, mas funciona totalmente quando eu vejo o filme preparada pra chorar. Mas voltando ao filme, eu amo esse tipo de filme e ele definitivamente é melhor sem ter ninguém nas suas costas (além da sua própria consciência) repetindo que é isso que você não deve falar na internet. Quer dizer, eu realmente acho que falo demais sobre mim na internet, mas eu não dou nenhuma informação que comprometa minha segurança. E eu nem consigo haters. Eu criei um ask pra isso, e nem assim consegui.
P.S.: O filme deu defeito nos últimos 8 minutos, mas eu não acho que tenha perdido muita cosia.

Sexta-Feira, 8 de fevereiro - Les Miserábles.
A obra mais conhecida de Victor Hugo foi meu primeiro livro preferido. O primeiro livro que eu considerei digno de ser meu preferido (mesmo que eu não faça ideia de onde minha cópia está agora). Eu vi o filme original baseado no livro e ele deixou a desejar, então eu estava realmente esperando que o filme baseado no musical fosse bem melhor, e adivinha? ELE FOI! Muito melhor do que eu esperava! Eu gosto de musicais, mas mais do tipo Fame e menos do tipo totalmente cantado, mas Os Miseráveis superou qualquer coisa (mesmo que o som tenha ficado atrasado a partir de 34 minutos) que eu pudesse imaginar! Ficou muito bom e bem parecido com o livro o que é tudo que eu preciso pra apoiar uma adaptação da adaptação.

O último filme: The Perks Of Being a Wallflower. (13 de fevereiro - Atualização)
Acabei de deletar os dois parágrafos que tinha escrito sobre esse As Vantagens de Ser Invisível enquanto estava vendo ele. Eu não achei que fosse conseguir escrever uma resenha desse filme, e não vou, porque não há nada pra criticar. É como se o filme estivesse ao seu lado e sussurrasse algumas verdades sobre tudo na vida. Qualquer filme que me marque do jeito que The Perks mudou, merece ser meu filme preferido. E não acho que um dia algum outro filme, qualquer filme possa fazer o que ele me fez sentir. 

É meio triste perceber que os filmes acabaram porque isso significa que as férias estão acabando também. E minhas férias foram tão boas que eu não quero que elas acabem.

G.

You May Also Like

0 comentários