Diário de Bordo 3 - Make it magical - Parte 6: Movies (& Staff: Parte 2) & Books & TV Shows & Fanfiction & Music

by - 14:24

Feliz véspera de Natal! Bem provável que ninguém leia esse post hoje ou amanhã, porque as pessoas geralmente tem mais o que fazer no Natal! Eu também tenho, mas assim como ano passado, eu vou levar meu notebook para a ceia de natal da família e ser anti social e comer na cozinha. Claro que depois eu participo do amigo secreto, ou como não tem amigo secreto esse ano (nem reclamo mais, não ia nem ter ceia) participar das brincadeiras com brindes.
Eu já estava muito animada para falar sobre as coisas que eu mais faço no tempo livre (ok, sejamos justos, eu mais faço quando eu deveria estar fazendo outras coisas, mas não estou no clima), mas sábado um erro ocorreu no meu cérebro e o post atrasou (de qualquer jeito, eu não ia poder fazer Movies & Staff sem ter visto nenhum filme) e ontem eu fiquei com preguiça e mais mil tretas, e acabei não fazendo, mas hoje aqui está! Começando do começo (e lembrando que a maioria disso aqui tem spoiler, depois não digam que eu não avisei).

Filmes

Domingo, 22 de dezembro: Hansel and Gretel Witch Hunters
EEEEE filme de bruxa! Assisti na casa do meu tio e só assisti porque minha prima quis e mudou de canal porque no canal que estávamos vendo antes ia começar um dos meus filmes preferidos (O Preço do Amanhã), mas na verdade eu amei o filme, porque dã, bruxas. E eu me senti meio que a bruxóloga (*me sentindo culpada porque eu devia saber o termo certo*) da família, porque eu ficava explicando as coisas e quase falei demais. Enfim, assistam o filme.

Segunda, 23 de dezembro: Confessions Of a Shopaholic
Eu quero assistir esse filme desde que eu comprei uma Capricho - muito tempo atrás, na época em que a editora da Capricho aina era a Tatiana Schibuola e a revista ainda era legal - que tinha uma entrevista com a Isla Fisher falando sobre ele. Apenas um novo filme adicionado à minha enorme lista de filmes que tem jornalistas em New York (como Como perder um homem em 10 dias, O Diabo Veste Prada, Vestida Para Casar, Amizade Colorida, Ele não está tão afim de você e etc). O legal é que a Becky tem uma revista dos sonhos, mas em uma reviravolta surpreendente acaba em uma revista que fala exatamente sobre o maior problema dela que são as finanças e é assim que ela aprende a lidar com isso e ainda encontra o amor verdadeiro. ESSE FILME É PERFEITO.

Livros

Na verdade, no momento eu estou empacada em Lasher, terceiro livro da série As Bruxas Mayfair da Anne Rice. (Ok, se você não leu o livro e vai ficar boiando enquanto eu falo sobre a história fique a vontade para pular para a parte em negrito. É que eu realmente preciso falar - mais do que eu já falo no twitter - sobre a história, antes que eu surte). O livro muda completamente a perspectiva da história dos dois primeiros livros (A Hora das Bruxas, volumes um e dois) acrescentando novos personagens e adicionando magia aos negligenciados no início. O único problema é que o livro ficou muito surreal, que dizer, eu sei que é fantasy, mas até livros fantasy tem que ser escritos com uma lógica. Quer dizer pra quem já leu a Saga Crepúsculo - e eu não acredito que eu estou usando justo Crepúsculo como exemplo - e entende a lógica da história acharia muito estranho se tipo, o Edward se transformasse em morcego e saísse voando em Amanhecer não é? Além disso, a Anne sempre se perde na linha do tempo do livro. Tipo, é quase impossível saber em que ano se passa a história: em um momento do primeiro livro 1989 é citado, mas logo depois 92 também é. Se você seguir pela morte da Stella, a história se passa em 1977. É tenso pensar que a história do Michael e da Deirdre é simultânea porque eles tinham a mesma idade. Vale lembrar que entre A Hora das Bruxas e Lasher o ano muda e isso só confunde ainda mais as coisas. Como a história é contada de alguns pontos de vista diferentes com títulos diferentes (A história do médico, O Arquivo das Bruxas Mayfair, a história da Carlota, A História do Julien e por fim a História do Lasher) você nunca sabe o que aconteceu de verdade. Porque por exemplo, o Arquivo acha que o pai da Antha é o Cortland, o que é confirmado pela Carlota, só que no início da história do Julien ele diz que é o pai da Antha, mas no final morre antes da Antha nascer ou de sequer a Stella ficar grávida dela. Basicamente, a história é muito boa para o meu lado leitor, mas meu lado escritor, paranoico, que vê erro em lugares inexistentes fica completamente louco com o livro!
Depois que eu ler esse livro, eu vou continuar lendo os do top 25 de férias. Começando por Carmilla, depois Eco e Uma Vida Sem Limites que são os que eu tenho até agora. (E tomara que eu ganhe mais no Natal ou no Ano Novo - O que? Pode-se ganhar presente no ano novo) Além desses, eu vou ler também O Silmarillion que minha mãe comprou na Black Friday, junto com meu Eco. Esperem por novidades.

Séries de TV

Esse ano eu consegui o incrível recorde de estar assistindo 11 séries. É ISSO AÍ QUE VOCÊS LERAM 11.
Tem 2 Broke Girls, a única série que consegue me fazer rir não interessa o meu humor. Drop Dead Diva uma das melhores séries que eu comecei a ver esse ano. Na verdade, eu só comecei a ver porque eu criei uma conta no Netflix para usar só no mês grátis, conta que só durou dois dias porque meu cartão foi recusado, mas isso foi tempo mais que suficiente para eu ver a primeira temporada e então continuar vendo as outas quatro, em um espaço de dois meses e agora estou vendo tudo de novo na Sony. Então vem Game Of Thrones, que por algum motivo eu sempre esqueço que assisto e acabo atrasada '-'. Também estou vendo Glee, que afinal de contas é Glee né. E eu acho que essa temporada tá bem legal, apesar dos pesares.
Logo depois, vem Reign, aaaah, Reign, minha nossa senhora da decepção. Entendam, eu espero por Reign desde março, porque eu surtei totalmente quando soube que teríamos Anna Popplewell na TV norte-americana. Foi um pouco depois que eu fiquei viciada em famílias reais e li sobre a Mary Stuart antes da série começar. E honestamente, depois disso eu achei a série meio forçada. Não me entendam mal! Se você desconsiderar a história original, a série é realmente ótima. Mas é meio como se os roteiristas tivessem pego só o nome dos personagens e jogassem dentro de uma história completamente diferente. Tá, exagerei. Mas tá diferente.
Então, Revenge, cuja terceira temporada tá deixando as outras no chinelo, apesar do exagero em alguns detalhes. Não posso dar spoiler nisso, porque a situação é muito séria, mas sério, assistam a terceira temporada. Seguido de Suburgatory, série em que eu estou muito atrasada MESMO. The Originals a série de estréia do ano que também está ficando confusa agora no meio, mas está muuuuito melhor que The Vampire Diaries honestamente, mas vale lembrar que a primeira temporada de quase toda série é perfeita, é lá na terceira ou na quarta que as coisas se decidem entre a perfeição e o desandar completo.
Finalizando vem The X Factor US, cuja temporada foi estranha, mas surpreendente (e ainda bem que a Demi saiu, porque não tava boa a coisa pra ela), só que eu não acho que vá assistir a quarta temporada (se é que vai ter). E fechando com chave de ouro Witches of East End, a perfeição em forma de série baseada nos livros da Melissa De La Cruz - que eu PRECISO ler - The Beauchamp Witches. A primeira temporada da série acabou dia 15 e a segunda não tem provisão de estréia. Recomendo (porque eu quero mais gente para falar sobre ela.

Fanfics

Eu tenho um gosto complicado para fanfics. Porque meu gênero literário preferido é o gótico, mas em relação a fanfics eu tendo a gostar daquelas mais hipsters (apesar de um das minhas preferidas ser dark fic). Não consigo explicar direito, só sei que meu gosto é bem estranho. Minhas favoritas e alguns dos meus acompanhamentos estão no meu perfil do Nyah!, claro, além das minhas próprias fanfics. Como eu estou com preguiça de falar de todas, vocês podem conferir lá mesmo.

Música

Eu nem sabia o que falaria sobre música nesse post, tipo, queria falar sobre os 50 artistas no meu celular, até que ontem minha linda melhor amiga me deixou divulgar o canal dela no youtube e eu resolvi que nada mais justo que falar da minha voz preferida se é pra falar de músicas que eu gosto. Eu sempre quis falar dos covers dela aqui e durante o Diário de Bordo 2, várias vezes covers dela apareceram nas minhas músicas mais tocadas, mas eu tinha muito medo de que ela me matasse se eu falasse dela aqui sem autorização.
Tudo bem que como melhor amiga e maior fã, eu sou suspeita pra falar, mas eu realmente acho que a voz dela é uma das mais incríveis do mundo e um dia - que se Deus quiser será em breve - ela vai ser muito famosa e eu vou jogar na cara de todos vocês que eu acreditei nela primeiro.
Apesar de eu achar que o >>>canal dela no YouTube<<<, não tem os melhores covers, eu tenho ciúmes dos melhores covers dela (mas relaxem, um dia a Ellen DeGeneres vai pedir esses covers para tocar em uma entrevista com ela e vocês vão ouvir) e faço um favor deixando vocês assistirem esses vídeos. Enfim, se inscrevam, ouçam e sejam felizes. (Mas a maior fã sempre vou ser eu, não interessa o que vocês façam).

Foi isso minha gente, ficou menos legal do que eu queria :( Mas eu não tenho bom gosto.
Eu volto na quinta, então FELIZ NATAL!
Eu estarei no twitter e na page hoje a noite. E amanhã também.
Love ya.
G.

You May Also Like

0 comentários